Governo de Rondônia
Sexta, 25 de setembro de 2020

EDUCAÇÃO

Dirigentes e professores de Rondônia são convocados para relatar experiências na pandemia e concorrer a prêmio nacional

17 de julho de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

A lição de cada dia foi acompanhada por pais, orientados por professores durante o distanciamento social

 

O Governo de Rondônia apela, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), para que dirigentes e professores de 1.290 escolas das redes estadual e municipal, relatem experiências exitosas durante o período do afastamento social causado pela pandemia da Covid-19, a fim de concorrer ao Prêmio Gestão Escolar 2020, instituído desde 1998 pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). Até o momento, 55 escolas de Rondônia se inscreveram.

O prêmio estimula a melhoria da gestão das escolas públicas, busca o reconhecimento de boas práticas, incentiva o aprimoramento dos processos de gestão e promove ações que possibilitem o intercâmbio de experiências entre gestores. A iniciativa vale para experiências de sucesso nas escolas públicas estaduais e municipais de qualquer etapa da Educação Básica: Educação infantil e ensinos Fundamental e Médio.

Segundo o secretário estadual de educação, professor Suamy Vivecananda Lacerda de Abreu, em 2019 não houve edição do prêmio, que acontece de dois em dois anos desde 2013. Este ano, ele informou, a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e o Consed buscaram parcerias para prosseguir a iniciativa e contribuir com ações de mobilização e divulgação.

Os participantes deverão contar histórias vivenciadas enquanto durou o distanciamento social, enfatizando, por exemplo, a maneira como a situação ocorreu nas zonas urbana e rural.

 

“Casos da entrega de lições impressas deixadas na cerca da escola, de empréstimo de internet, sobretudo, da manutenção do vínculo familiar”, mencionou a coordenadora do prêmio em Rondônia, professora Elizabete Siqueira.

 

Somente ao verificar o número de inscritos, ela contém o entusiasmo: “do total, até quinta-feira, lá estavam 46 escolas estaduais e nove municipais. Pouco, precisamos de maior participação, pois não faltam relatos deste período tão especial de nossas vidas”, apelou.

Entre os prêmios previstos para a equipe escolar, estão vagas no curso de especialização à distância, da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp). Para as escolas selecionadas nas etapas estadual, regional e nacional, serão oferecidas premiações em dinheiro, que vão de R$ 5 mil a R$ 30 mil.

Aluna acompanha aula online

A professora Elisabete trabalha na coordenação desde 2004. Ela própria foi vencedora em 2005, quando fez parte da equipe gestora da Escola Estadual de Ensino Médio e Fundamental Álvares de Azevedo, em Vilhena.

Em sua carreira no magistério desde 1984, ela dirigiu também a Escola Jerônimo Santana em Cerejeiras, de 1989 a 1994.

COMO É

O Consed permite a participação de um diretor, quatro professores e um coordenador pedagógico por escola, preferencialmente um professor por área de conhecimento.

A Undime indicou um coordenador por estado para integrar a coordenação estadual, que contará também com um representante indicado pela Seduc. A Coordenação Estadual trabalha para garantir o êxito das ações de implementação, mobilização, divulgação e avaliação que norteiam o Prêmio.

Participam com a Undime, representantes da OEI Brasil, Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Bett Educar, Fundação Itaú Social, Fundação Santillana, Conselho Britânico e Univesp.

Escolas dispostas a participar podem acessar a plataforma do Prêmio de Gestão neste endereço.

 

Leia Mais:


Mais Notícias
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Arquivos Seduc e Secom
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Rondônia


Compartilhe