Governo de Rondônia
Terça, 15 de junho de 2021

PRODUÇÃO AGRÍCOLA

Distribuição de calcário ajuda na produtividade das lavouras e áreas de pastagem em Rondônia

03 de agosto de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Com a previsão de entregar mais de quatro mil toneladas de calcário este ano nas pequenas propriedades produtivas de Rondônia, a Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) está planejando dobrar a produtividade das lavouras e áreas de pastagem sem aumentar o tamanho da área de cultivo.

Segundo o titular da Seagri, Evandro Padovani, o estado de Rondônia tem feito grande esforço para expandir sua estratégia de produção sustentável, que alia a utilização de técnicas inovadoras de cultivo, com adubação e irrigação adequadas e inovações tecnológicas, com a produção e distribuição de mudas de cereais e grãos selecionados, como a variedade de café conilon BRS Ouro Preto, desenvolvido pela Embrapa, e que está fazendo uma revolução no campo devido a sua alta produtividade.

Produtores rurais como Plínio Cella e os próprios técnicos da Seagri são unânimes em afirmar que Rondônia vive um momento ímpar, um tempo novo no campo, e que não há mais como abrir mão do uso das inovações tecnológicas para trabalhar a terra, da mesma forma que é imprescindível a utilização do calcário para controlar a acidez do solo – praticamente todo o solo rondoniense tem essa exigência. Nesta circunstância, este mineral, abundante em Rondônia, destaca-se como um insumo básico para a agricultura e a pecuária, pois corrigindo a acidez do solo melhora a produtividade das lavouras e das pastagens, contribuindo decisivamente para o aumento da produção de grãos e da pecuária de corte e leite.

Como em São Francisco, carretas da Seagri fazem a entrega de calcário em todo Estado de Rondônia

Como em São Francisco do Guaporé, as carretas da Seagri fazem a entrega de calcário em todo o estado de Rondônia.

Por este motivo, o governo fez importantes investimentos na produção de calcário, injetando mais de R$ 12 milhões na construção da nova usina, inaugurada no ano passado, que passou a produzir cerca de 800 toneladas do mineral por ano. E esta produção poderia ser ainda maior se não fosse o empecilho da estação chuvosa que prejudica o processo de moagem e estocagem, segundo afirma o engenheiro agrônomo José Mariano Tancredi, responsável na Seagri pelo agendamento e transporte do calcário para as associações e cooperativas de produtores rurais.

O transporte do calcário continua sendo feito pela Seagri, com o apoio da Emater, que controla a distribuição nas associações e presta toda orientação e assistência técnica aos agricultores, incluindo a análise do solo que determina os níveis quantitativos de aplicação em cada propriedade.

SAFRA RECORDE DE GRÃOS

Não se trata de uma superprodução, mas a safra de grãos deste ano tem previsão de crescimento acima dos níveis estimados, já que neste ponto se considera a diminuição da área plantada, que está recompensando o agricultor com um recorde de produtividade, marcado por vários fatores, entre eles inovações tecnológicas introduzidas na agricultura rondoniense nesta safra, citadas pelo secretário Padovani, que destacou também a distribuição de calcário proporcionada pelo governo como outra importante medida que está levando o setor produtivo a este resultado.

Para se ter ideia, a previsão da Seagri é de que Rondônia tenha uma colheita de soja na safra deste ano de 704.419 toneladas, que representa um percentual de 12% de crescimento em relação à safra de 2014. No mesmo nível de crescimento, a safra de milho deste período bate um recorde histórico, chegando a 572.192 toneladas, com um percentual de crescimento próximo ao da produção de soja.

Com exceção da produção de arroz e feijão, que deverá ter uma pequena queda na safra deste ano – ambas estimadas em 109.881 e 21.295 toneladas respectivamente, com a justificativa de que a opção foi pela lavoura de soja -, a produção de café também cresceu em que pese a diminuição da área plantada. Rondônia vai colher nesta safra de 2015 cerca de 84.513 toneladas de café, segundo dados da Secretaria de Estado da Agricultura.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Cleuber R Pereira
Fotos: Dhiony Costa e Silva
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Economia, Governo, Meio Ambiente, Rondônia


Compartilhe