Governo de Rondônia
Segunda, 01 de março de 2021

Febre aftosa

Em Cacoal, 35% dos produtores já declararam a vacinação contra a febre aftosa

02 de maio de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

I3Com 13 dias antes de encerrar a 36ª etapa da vacinação contra a febre aftosa, 35% dos produtores já declararam a vacinação de seus rebanhos em Cacoal. Com 3.800 propriedades com bovinos, o município conta com um rebanho total de 430 mil cabeças. Como nessa etapa serão vacinados apenas animais de zer0 a 24 meses de idade, a expectativa de imunização é de aproximadamente 200 mil animais.

O Brasil é o maior exportador de carne bovina do mundo e Rondônia ocupa a 5ª posição entre os estados que mais exportam carne no país, com um rebanho superior a 12 milhões de cabeças. Por isso a importância, segundo o médico veterinário Thiago Costa, de manter os rebanhos saudáveis.

O médico veterinário, que também é fiscal estadual do escritório da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), em Cacoal, alerta os produtores em relação à importância de manter os rebanhos protegidos. “A febre aftosa é uma das doenças mais contagiosas do mundo. O vírus pode ser carreado pelo ar em uma distância de até 60 quilômetros. Por isso a importância da vacinação e da declaração, para manter o nosso estado livre da febre aftosa”.

I2 - Seu Jose procura o Idaron para declarar a vacinacao de seu rebanho

Senhor José Gonçalves de Oliveira declarando a vacinação de seu rebanho contra febre aftosa.

Na manhã desta sexta-feira (02), o sitiante José Gonçalves de Oliveira procurou o escritório da Idaron em Cacoal para declarar a vacinação do rebanho. Em sua propriedade, localizada na Linha 10, a 40 quilômetros de Cacoal, José cria gado leiteiro. Dos 92 animais da propriedade, 40 estavam na idade certa para serem vacinados.

“A venda do leite é a renda da minha família, por isso os animais precisam estar sempre saudáveis. E a vacina é importante porque protege os animais. Quando eu era criança lá em Minas Gerais, acho que não tinha vacina, pois os animais eram muito sofridos. Hoje, aqui em Rondônia, a gente vê os bichos todos com saúde, fortes e isso é porque a gente protege eles com a vacina”, comentou José.

A vacinação contra a febre aftosa segue até o dia 15 em todo o estado. Já o prazo para declarar a vacinação segue até o dia 22. A declaração pode ser feita em qualquer escritório da Idaron.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Giliane Perin
Fotos: Giliane Perin
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agropecuária, Governo, Rondônia, Saúde


Compartilhe