Governo de Rondônia
Quarta, 16 de janeiro de 2019

MELHOR PRESTAÇÃO DE SERVIÇO

Em três anos, 5,6 mil novos servidores foram contratados por meio de concurso público no Governo de Rondônia

29 de janeiro de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

Foram 5.699 novos servidores efetivos contratados por meio de concurso público promovido pelo governo do estado no período de 2015 a 2017. Dados da Superintendência Estadual de Gestão de Pessoas (Segep) mostram que nesse período os concursos foram para atender as Secretarias de Justiça (Sejus), Educação (Seduc), Saúde (Sesau), Meio Ambiente (Sedam), Superintendência de Licitação (Supel), Hospital Regional de Cacoal, Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e Polícia Militar (PM).

Conforme explicou a superintendente da Segep, Helena Bezerra, desses concursos foram efetivadas as posses de professores de diversas áreas, de técnicos educacionais, analistas educacionais, profissionais das áreas médicas, saúde, administrativa, soldados e oficiais de saúde da Polícia Militar, soldados e oficiais combatentes e do quadro complementar do Corpo de Bombeiros, agentes penitenciários, sócio educadores, psicólogos profissionais da área ambiental, contadores, entre outras categorias.

“A realização dos concursos públicos, e as respectivas posses, foi um avanço muito grande para suprir as necessidades do governo que priorizou quase todas as áreas de atuação”, destacou Helena Bezerra, acrescentando que os concursos foram executados por bancas organizadoras, como a Fundação Carlos Chagas,  Funcab, Instituto Ibade, Fundação Getúlio Vargas e Funrio.

Segundo ela, em 2015 foram 1.805 posses de servidores efetivos que passaram através dos concursos públicos da Seduc, Sesau, Supel, Sedam e Sefin; na área militar tomaram posse soldados e oficiais da Polícia Militar e soldados e oficiais do Corpo de Bombeiros Militar (CBM).

Helena Bezerra disse também que em 2015 aconteceram as contratações temporárias, que somaram 2.607 vagas para candidatos convocados para Seduc e Sesau.  “As contratações temporárias foram para atender as áreas prioritárias da educação e saúde”, garantiu.

Em 2016 tomaram posse, por meio de concurso público, 2.852 servidores efetivos, entre agente penitenciário, socioeducador, professor para diversas áreas, soldado, oficial combatente, oficial complementar, oficial de saúde e psicólogo.

Em 2017 as posses dos concursos foram num total de 1.042, sendo para analista educacional – administrador, contador, economista, nutricionista, técnico educacional – cuidador, interprete de libras, professor para diversas áreas, professor indígena, médicos, nível superior na área de saúde, nível médio técnico e oficial bombeiro militar.

“Dos 128 professores indígenas empossados, vale destacar que foi o primeiro concurso destinado a professores indígenas realizado no país”, garantiu Helena Bezerra.

VAGAS EM 2018

Estão em andamento cursos de formação para 380 militares, sendo soldado Policial Militar Masculino e Feminino, oficial Bombeiro Militar masculino e feminino e ainda este ano, conforme adiantou a superintendente da Segep, serão contratados mais 300 policiais militares.

Atualmente são três órgãos que estão em fase de conclusão da primeira etapa do concurso público: Planejamento (Sepog), Finanças (Sefin) e Controladoria Geral do Estado (CGE). Com a conclusão de todos os trâmites legais serão contratados mais 154 servidores efetivos do estado.

Helena Bezerra disse também que o governo aguarda a aprovação da lei que cria os Planos de Cargos, Carreiras e Salários dos seguintes órgãos: Superintendência de Comunicação (Secom), Gestão de Pessoas (Segep), Gestão dos Gastos Públicos (Sugesp), Agência de Regulação de Serviços Públicos (Agero), Agência de Vigilância em Saúde (Agevisa), Fundação de Amparo a Pesquisa (Fapero), Fundação Palácio das Artes (Funpar) e o Instituto de Desenvolvimento da Educação Profissional (Idep). “Nosso objetivo é que a lei seja aprovada ainda este ano para que sejam lançados novos concursos públicos para atender esses órgãos”.

Leia mais:

 Conheça as funções dos órgãos estaduais após a Lei 965 que deixou a estrutura administrativa de Rondônia mais enxuta

Candidatos selecionados no concurso da Secretaria de Planejamento iniciam formação em Porto Velho


Fonte
Texto: Marilza Rocha
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Concursos, Educação, Governo, Meio Ambiente, Municípios, Polícia, Rondônia, Saúde, Segurança, Serviço, Servidores


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube