Governo de Rondônia
Quarta, 16 de janeiro de 2019

AÇÃO SOCIAL

Emater-RO entra na luta pelo fim da violência contra a mulher

14 de novembro de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

Inicia nesta segunda-feira, 19, a campanha “16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”. O ato é uma mobilização anual empreendida por diversos segmentos da sociedade civil e do poder público com o objetivo de conscientizar a população acerca das diferentes formas de ataques diretos aos direitos e bem estar das mulheres com foco na prevenção e combate à violência.

Muito antes de a campanha ser lançada, extensionistas da Emater-RO já atuavam com mulheres no campo.

A ação colocará em pauta temas como: racismo, agressão, sexualidade, segurança e outros que afetam diretamente meninas e mulheres em todo o mundo.

A campanha “16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres” é realizada anualmente, em escala mundial, desde 1991 e já conquistou a adesão de mais de 150 países. O período escolhido para representar o ato tem início no dia 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher, e término no dia 10 de dezembro, data da proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Em Rondônia, as atividades terão início no dia 19, com o Encontro Estadual de Mulheres Negras, a ser realizado na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintero-RO), em Porto Velho. A abertura oficial será realizada no dia 20 de novembro, no Salão Nobre Rosilda Shockness do edifício Pacaás Novos, no Centro Político Administrativo Palácio Rio Madeira.

A participação da Emater-RO na luta pelos direitos e pelo fim da violência contra as mulheres não é de hoje. Muito antes de a campanha ser lançada, extensionistas da Emater-RO já atuavam com mulheres no campo, implantando, em consonância com o governo do estado, as políticas de assistência social e orientação. “A Emater-RO trabalha pelo bem-estar das mulheres desde os anos 80, quando foi criada a extensão social dentro da instituição e nós sempre estivemos presentes nessa luta”, diz Irisvone Magalhães, extensionista da Emater-RO.

Hoje pode-se dizer que as mulheres já obtiveram muitas conquistas, como a criação da Delegacia da Mulher, dos Conselhos da Mulher, do seu empoderamento, mas muita coisa ainda precisa ser discutida. Com a realização dos 16 dias de ativismo, pretende-se colocar a sociedade em alerta, promover o debate e denunciar a violência contra a mulher em Rondônia e no mundo.

Acesse a programação completa aqui.


Fonte
Texto: Wania Ressutti
Fotos: Reprodução
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Assistência Social


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube