Governo de Rondônia
Segunda, 21 de junho de 2021

Cafeicultura

Embrapa certifica ‘Café de Rondônia’

22 de maio de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

IMG_4761Com uma projeção de produtividade que pode transformar Rondônia no principal produtor de café no País, o governador Confúcio Moura apresentou na Rondônia Rural Show o certificado “Café de Rondônia” como sendo um alavancador da economia cafeeira no estado.

“Este certificado representa que estamos no caminho certo da agricultura cafeeira”, destacou o governador, ao exibir o certificado emitido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O certificado assegura o padrão do café produzido em Rondônia e serve como um alerta para investimentos nessa frente agricultável que está sendo resgatada e incentivada pelo Governo do Estado.

A revitalização da cafeicultura de Rondônia – que já foi tema de dia de campo realizado pela Emater-RO recentemente na zona rural de Cacoal, região predominante desta cultura desde a colonização do ex-território – é uma iniciativa do governo do estado no fomento ao desenvolvimento. Para tanto, novas lavouras já estão sendo plantadas com o apoio do governo estadual em parceria com a Embrapa.

Batizada de BRS Ouro Preto, a nova muda clonal do café conilon foi desenvolvida especialmente para as condições climáticas e do solo de Rondônia. De acordo com os pesquisadores, esse novo café denominado “Café de Rondônia” tem produção garantida muito superior ao tradicional café conilon cultivado no Estado.

café (25)

“Será possível colher 100 sacas em apenas um hectare plantado, enquanto o café tradicional nem beira esta marca”, comparou o governador Confúcio Moura, mostrando o certificado da Embrapa na Rondônia Rural Show. “Mais produção de café gera mais empregos, mais impostos e ajuda Rondônia a crescer”, enfatizou o governador.

Atualmente, Rondônia é o principal estado produtor de café da região Norte e o segundo maior produtor do café conilon no país. Rondônia é também um dos seis principais estados produtores do país e tem uma produtividade média de 715 quilos por hectare, praticamente a metade da média dos cinco maiores produtores nacionais. Para a safra deste ano a expetativa é de colher 1,4 milhão de sacas, segundo Ezequias Braz, coordenador executivo da Câmara Setorial do Café, também conhecido em Cacoal como Tuta Café.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Paulo Sérgio - Assessoria Regional Ji-Paraná
Fotos: Marcos Freire e Paulo Sérgio
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Evento, Governo, Rondônia


Compartilhe