Governo de Rondônia
Domingo, 09 de maio de 2021

PARCERIA

Embrapa vai fortalecer presença em Rondônia para acompanhar desenvolvimento da aquicultura estadual

09 de novembro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

O presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Maurício Antônio Lopes, afirmou ao governador Confúcio Moura, ao vice-governador Daniel Pereira, ao senador Valdir Raupp e comitiva de Rondônia, durante reunião em Brasília, nesta terça-feira (8), que irá participar mais efetivamente do desenvolvimento da aquicultura no estado.

Governador Confúcio esteve nessa terça-feira, acompanhado de uma comitiva do estado, com o presidente da Embrapa, Maurício Lopes

Governador Confúcio esteve nessa terça-feira, acompanhado de uma comitiva do estado, com o presidente da Embrapa, Maurício Lopes

Maurício Lopes enfatizou que a Embrapa tem acompanhado Rondônia em várias frentes, e tem participado da expansão do café, da pecuária, mas o que realmente tem chamado a atenção é a expansão da criação de peixes, por isso irá direcionar atenção especial ao setor. “Vamos levar nossos profissionais que estão trabalhando nas várias questões importantes da aquicultura, no melhoramento genético, nas questões sanitárias, no manejo, para trabalhar com os nossos colegas que já estão em Rondônia e ajudar o estado a fortalecer cada vez mais sua aquicultura”, destacou Lopes.

O presidente da Embrapa afirmou que Rondônia está se tornando o estado protagonista no Brasil no desenvolvimento da piscicultura. Para ele, o mundo espera que o Brasil produza mais pescado, e a Embrapa está muito atenta ao que está acontecendo em Rondônia.

“Nós queremos participar mais ativamente do desenvolvimento da aquicultura do estado, e essa conversa com o governador foi extremamente positiva. Estamos convencidos que é preciso fortalecer cada vez mais a nossa presença em Rondônia”, destacou.

O governador Confúcio Moura  disse que a audiência foi proveitosa, didática, e assim poupou o tempo de explicação. “Nós estamos crescendo muito, mas ainda é um crescimento natural das pessoas, um copiando o outro, sem nada de científico, então nós precisamos de pesquisas científicas, particularmente na área de nutrição, na área de sanidade do peixe, em posse disso, depois é a cadeia comercial de produção de peixe em larga escala para o mercado interno e o mercado externo brasileiro”, explicou o governador.

De acordo com o superintendente de Desenvolvimento do Estado de Rondônia, Basílio Leandro, o presidente da Embrapa surpreendeu ao se demonstrar sensível à ampliação da Embrapa, especialmente no tocante à piscicultura e aquicultura rondonienses. “Nós esperamos que a partir desta reunião saia uma divisão de piscicultura para Rondônia. Os problemas que essa divisão vai solucionar, o principal dele é a sanidade do peixe, depois é o melhoramento genético”, afirmou.

Participaram ainda da reunião, a superintendente de Integração do  Estado de Rondônia em Brasília, Elizete Lionel; o chefe do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa, Celso Moreti; o diretor executivo de Pesquisa  e Desenvolvimento da Embrapa, Ladislau Martim Neto; a chefe da assessoria parlamentar da Embrapa, Míriam Eira; e os assessores parlamentares da deputada Marinha Raupp, Hermezio Serrano  e Lourdes Maria.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Zózimo Macedo
Fotos: Alex Nunes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Capacitação, Economia, Piscicultura, Rondônia


Compartilhe