Governo de Rondônia
Sábado, 06 de março de 2021

ENERGIA SUSTENTÁVEL

Energia solar pode ser opção econômica e sustentável para escolas e órgãos públicos de Rondônia

27 de setembro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Em reunião na manhã desta terça-feira (27), no Palácio Rio Madeira, onde recebeu um grupo de empresários catarinenses da Quantum Engenharia, o vice –governador Daniel Pereira destacou a importância da empresa em se instalar no Estado com a missão de desenvolver e executar projetos inovadores de energia sustentável (solar) para atender ao Estado e municípios.

O vice-governador Daniel Pereira em reunião com os diretores da Quantum Engenharia

O vice-governador Daniel Pereira em reunião com os diretores da Quantum Engenharia

A ideia, segundo ele, é levar energia limpa, sustentável e de baixo custo aos 52 município do Estado, a começar pela Capital, região para a qual já determinou o levantamento total dos últimos 12 meses do consumo de energia de todos os órgãos, em especial da estrutura administrativa do Governo (CPA), das escolas, dos hospitais, presídios, da Companhia de Águas e Esgotos (Caerd), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e outros, para se ter um parâmetro a partir do qual será elaborado o projeto experimental de viabilidade.

Ao engenheiro Gilberto Vieira Filho, diretor da Quantum Engenharia, e líder do grupo que visita o Estado de Rondônia, o Daniel Pereira prometeu envolver a Associação Rondoniense de Municípios (Arom) nas discussões para o desenvolvimento de um projeto que sirva a todos nos moldes das Parcerias Público Privadas (PPP), que podem ser fundamentais para minimizar os impactos sobre os orçamentos desses entes e principalmente para reduzir custos, sem deixar de destacar que o projeto é sem dúvida uma alternativa sensata na busca por uma saída capaz de gerar desenvolvimento num processo simultâneo de diminuição as causas do aquecimento global, “que é objetivo do Governo e de todos nós”, disse.

Neste ponto o vice-governador defendeu a iniciativa da gestão via PPP, citando aspectos como menor custo com melhor resultado, eliminação de investimentos públicos e a maior agilidade operacional do sistema, e por isso a empresa deve se instalar como indústria no Estado, não se limitando a um pequeno escritório de gerência regional. Para ele, a empresa deve ter capacidade técnica instalada aqui para, inclusive, produzir equipamentos necessários a execução de projetos de geração fotovoltaica (solar), fator que torna a Quantum Engenharia apta a receber incentivos do Governo de Rondônia.

Daniel Pereira ouviu os empresários e os desafiou a implantar já um projeto numa escola, por exemplo, que sirva de modelo para as demais unidades de ensino, hospitalares e presídios do Estado, entre outras. A empresa respondeu que se prontificou e que já fez esta proposta com um projeto experimental para instalação no CPA, e que aguarda resposta quanto a definição de espaço e logística.

Por fim o vice-governador defendeu estudos simultâneos para o atendimento às agroindústrias instaladas do Estado, muitas das quais com grandes dificuldades para trabalhar por falta de energia. Para ele, a partir de então os projetos de financiamentos das agroindústrias devem contemplar também o projeto de energia solar, de modo a dar segurança ao pequeno produtor.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Cleuber R Pereira
Fotos: Admilson Knightz
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Governo, Rondônia


Compartilhe