Governo de Rondônia
Terça, 02 de março de 2021

EDUCAÇÃO

Escola Estadual Carlos Drummond de Andrade, em Rolim de Moura, ganha novo refeitório e salas de aula

05 de fevereiro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

inauguração do refeitório da escola estadual carlos drumond de andrade fotos de ésio mandes  04.02 (6)

Refeitório novo da Escola Carlos Drummond de Andrade

A Escola Estadual Carlos Drummond de Andrade, localizada no bairro São Cristóvão, no município de Rolim de Moura, tem uma característica rara entre estabelecimentos de ensino. A maior parte dos professores são ex-alunos. As reuniões de pais e mestres são, também, um reencontro de velhos amigos, porque os pais dos novos educandos também estudaram ali. A inauguração de um refeitório e entrega de novas salas, na tarde de quinta-feira (4), foi festiva e teve muitos significados para o corpo técnico. É a largada para o ensino público em Rondônia busque, cada vez mais, índices melhores no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

A inauguração foi festiva. Estavam presentes, além do governador Confúcio Moura, que defende a ousadia para revolucionar a educação, o senador Valdir Raupp, que mora na cidade, secretários estaduais, prefeitos, gestores escolares, professores e pais de estudantes.

A mensagem que governador levou é conhecida. Os indicadores da educação precisam melhorar e isto é uma necessidade do país. Em Rondônia, as escolas estão prontas para receber com dignidade alunos e professores. Por isto um refeitório amplo e arejado é motivo de comemoração. É nele que os educandos e o corpo técnico vão se reunir para se alimentar e  o ambiente tem que ser agradável.

A obra na CDA, como a escola também é conhecida, é uma das nove construídas na região, onde também foram reformadas quadras de esportes e providenciadas iluminação moderna, que pode gerar economia. Segundo Confúcio, cada estabelecimento que gastar menos energia vai receber em dinheiro o valor que deixou de gastar. Assim, poderá fazer melhorias nos prédios ou outra iniciativa.

Os refeitórios e outra intervenções nas escolas tem outro diferencial. Custaram menos porque os serviços foram contratados pelas escolas, com menos burocracia. E o dinheiro veio do governo do estado através do Proaf, direto para o caixa do estabelecimento. Os gestores prestam contas e  o procedimento vai se repetindo.

inauguração do refeitório da escola estadual carlos drumond de andrade fotos de ésio mandes  04.02 (14)

Governador destacou a atuação dos professores

Se havia orgulho no corpo técnico na escola, havia também entre os convidados que estavam na mesa das autoridades, durante o evento. O secretário Rodnei Paes, da  Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), foi professor na CDA, o senador Valdir Raupp, que era prefeito quando a escola foi inaugurada, por exemplo. Eles lembraram passagens importantes de suas vidas envolvendo o colégio.

O governador falou sobre os projetos que têm para a educação e chamou atenção para o colégio Joao Bento da Costa, de Porto Velho, que conseguiu incluir no ano passado, mais de 700 alunos nas universidades federais. Resultado, segundo ele, da ousadia dos professores, que se insurgem contra as regras legais para oferecer educação de qualidade para os estudantes. Os números devem, afirmou, servir de estímulo para que a mesma revolução aconteça em outros estabelecimentos.

Na escola Carlos Drumond de Andrade há projetos que revelam a qualidade do ensino oferecido. Nas olimpíadas de matemática e português, por exemplo, os estudantes conseguem boas classificações. Mas a professora Daniele Dias,  ex-aluna, se encanta com os resultados de uma iniciativa dela.

O projeto De Olho no Futuro é voltado para oferecer aos estudantes oportunidade de vislumbrar uma profissão. Daniele convoca outros ex-alunos, que agora são profissionais de destaque para falarem sobre suas carreiras. As palestras acontecem a cada 15 dias na sala de aula. Daniele apresenta com orgulho pessoas que estiveram nas mesmas salas com ela, e que agora ocupam posições de destaque na sociedade.

Também ex-aluna, Beniane Spagnol diz que é inevitável criar vínculos afetivos fortes num lugar onde estudou e agora ensina para os filhos dos ex-colegas. “Acho que este sentimento nunca vai desaparecer em nós”, afirma.

Ainda noite de quinta-feira, Confúcio Moura participou da abertura do encontro da Coordenadoria Regional de Educação de Rolim de Moura, que reúne gestores escolares locais e dos municípios de Nova Brasilândia, Novo Horizonte, Santa Luzia e Castanheiras. A mensagem que transmitiu foi a de que as transformações na educação são necessárias ao país e que ocorrem onde os mestres se sentem motivados a inovar.

A secretária Fátima Gavioli, da Educação, conduziu os trabalhos com orientações sobre como as escolas devem ser conduzidas durante o ano. Ao final do evento, Joselene Schereder Reis Azevedo, que fez mestrado na área de administração por conta do estado, proferiu palestra sobre planejamento, metas e resultados.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Governo, Rondônia


Compartilhe