Governo de Rondônia
Segunda, 14 de junho de 2021

RESULTADOS

Escolas colhem resultados e se preparam para receber alunos para o ano letivo de 2017 em Cacoal

01 de fevereiro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Através de um gesto simples, a Escola Estadual Cora Coralina homenageia e valoriza seus alunos

Escola Cora Coralina homenageia alunos destaque com nome no muro

A rede estadual de ensino em Cacoal conta com 39 instituições educacionais. Destas, 16 estão no perímetro urbano, 12 oferecem o ensino médio do campo e 11 são escolas indígenas.

Para o ano letivo de 2017, aproximadamente 10 mil alunos já estão matriculados. Diversas escolas passaram por reformas e ampliações com o objetivo de oferecer melhor qualidade de ensino e garantir bem-estar aos alunos e servidores. Além da estrutura física, algumas ações, às vezes vistas como simples, fazem a diferença na valorização e incentivo aos alunos.

Localizada no centro de Cacoal, a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Cora Coralina, por exemplo, começa o ano exibindo o orgulho que tem dos seus alunos. Estão sendo pintados, no muro da escola, o nome de todos que se destacaram nos vestibulares prestados e em projetos realizados em 2016.

“Por enquanto, em nosso muro estão os alunos aprovados nos vestibulares de instituições privadas, mas assim que forem divulgados os resultados das universidades federais e estaduais, essa lista aumenta ainda mais. Afinal, temos a certeza de que a maioria dos nossos alunos conquistou sua vaga no ensino superior”, disse a diretora Viviane Briekowic de Oliveira.

Para este ano, a Escola Cora Coralina, que oferece ensinos fundamental e médio, colocou à disposição da comunidade 750 vagas. Segundo a diretora, a equipe aguarda ansiosa a chegada de todos os alunos.  “Esta pintura é uma forma que encontramos de valorizar nossos alunos, professores e toda a equipe da escola envolvida nas mais diversas ações e projetos, e também incentivar todos os alunos que permanecem conosco e os novos alunos matriculados. Estamos aguardando todos eles de braços abertos”, ressaltou.

Em 2016, a Cora Coralina também foi destaque ao obter uma das melhores colocações no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em Cacoal. Além disso, teve um de seus alunos como finalista da Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa, e contou também com a participação de seus alunos nas Olimpíadas de Matemática e Astronomia. Na fase nacional da Olimpíada de Língua Portuguesa, o aluno João Paulo Polinski Saturnino ficou com a medalha de prata. Segundo relatório divulgado pela organização, a crônica escrita por João Paulo concorreu com mais de 50 mil textos, desde a fase escolar, municipal, estadual, regional e a nacional.

Escola em Tempo Integral

Com as novas diretrizes para o ensino médio estabelecidas pela Medida Provisória 746 do governo federal, Rondônia aderiu ao Programa de Fomento à Implementação de Escolas em Tempo Integral, instituído por portaria do MEC.

A Escola Estadual Josino Brito disponibilizou 500 vagas para a educação integral em Cacoal neste ano

A Escola Estadual Josino Brito disponibilizou 500 vagas para a educação integral em Cacoal neste ano

Com o processo de implantação do programa em andamento, neste ano Rondônia contará com dez escolas da rede estadual oferecendo a educação integral. Em Cacoal, é a escola estadual Josino Brito que oferecerá esta modalidade de ensino.

Pela portaria do MEC, a carga horária curricular deverá contar com no mínimo 2.250 minutos semanais, com no mínimo 300 minutos de língua portuguesa, outros 300 minutos para matemática e 500 para atividades de componente curricular flexível.

Com uma jornada de 9h30 na escola, o estudante terá o total de 7h30 de aulas, divididas em nove aulas de 50 minutos, com 40 minutos de intervalo (20 pela manhã e outros 20 à tarde) e 1h20 para o almoço, na própria escola.

“Este é um projeto ousado, que tende a fazer com que o aluno tenha mais envolvimento com os estudos, por ser integral, além de trazer perspectiva de vida e técnico profissional”, enfatizou o diretor da escola Josino Brito, Evandro Joel Luz.

A escola colocou à disposição da comunidade 500 vagas. Ao todo, serão seis turmas do 1º ano, três turmas do 2º e três turmas do 3º ano.

“Nossa escola passou por toda uma avaliação e devido a nossa estrutura física, mostramos que somos capazes de comportar este novo projeto. São 12 salas de aulas à disposição, laboratórios de ciências e de informática, ampla biblioteca e ainda um auditório com capacidade para mais de 500 pessoas”, destacou o diretor.

Além da estrutura física, todos os professores que ministrarão aulas na Josino Brito foram submetidos a testes seletivos, com análise curricular.

Leia mais:
Rondônia adota o Ensino Médio integral a partir de março para mais de seis mil alunos da rede estadual


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Giliane Perin
Fotos: Escola Cora Coralina e Escola Josino Brito
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Governo, Infraestrutura, Rondônia, Serviço, Servidores, Sociedade


Compartilhe