Governo de Rondônia
Segunda, 19 de novembro de 2018

RECONHECIMENTO

Escolas de Rondônia têm projetos entre os vencedores da etapa regional do prêmio professores do Brasil

30 de outubro de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

Servidores do Centro Municipal de Educação Infantil Nelson Dia onde foi realizado um dos trabalhos selecionado

Dois trabalhos do estado de Rondônia foram vencedores da etapa regional Norte da 11ª edição do Prêmio Professores do Brasil (PPB). A professora Rosângela Blaka Pereira, do Centro Municipal de Educação Infantil Nelson Dias, em Ji-Paraná, venceu na categoria Pré-Escola com o projeto Reaproveitar para brincar: dinossauros.

Além dela, o professor Luiz Weymilawa Surui, da Escola Infantil e Ensino Fundamental Sertanista José do Carmo Santana, localizada em Cacoal, venceu nas temáticas especiais, na categoria Ensino Médio, com o trabalho Aplicativo da cultura Paiter Surui.

Os nomes dos 30 vencedores das cinco regiões do país foram conhecidos no Dia do Professor. 15/10. Também foram divulgados os nomes dos 20 professores ganhadores da temática especial. Os resultados estão disponíveis somente na internet, na página oficial do prêmio.

No total, 4.040 professores da educação básica da rede pública de todo o país se inscreveram no PPB. O prêmio distingue e recompensa o trabalho de docentes que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula. Os seis vencedores nacionais serão conhecidos em 29 de novembro, no Rio de Janeiro, de acordo com as seis categorias da etapa regional: Educação infantil/creche, Educação infantil/pré-escola, Anos iniciais do ensino fundamental/1º, 2º e 3º anos, Anos iniciais do ensino fundamental/4º e 5º anos, Anos finais do ensino fundamental/6º ao 9º ano e Ensino médio.

Já na categoria Temática Especial, 20 professores foram premiados com trabalhos inscritos em uma das cinco temáticas – O esporte como estratégia de aprendizagem, Uso de tecnologias de informação e comunicação no processo de inovação educacional, Boas práticas no uso de linguagens de mídia para as diferentes áreas do conhecimento no ensino fundamental e médio, Práticas inovadoras de educação científica e Educação empreendedora.
A premiação referente às temáticas especiais inclui R$ 5 mil para os educadores vencedores ou as escolas, viagens e participação na programação da TV Escola. Treze estados, além do Distrito Federal, estão representados nessa categoria: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Piauí, Bahia, São Paulo, Pernambuco, Paraíba, Ceará, Tocantins, Pará, Rio de Janeiro e Rondônia.

Prêmio – Iniciativa do Ministério da Educação com instituições parceiras, o PPB tem por objetivo estimular a participação dos professores como sujeitos ativos na implementação do Plano Nacional de Educação e da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A premiação dá visibilidade às boas experiências pedagógicas conduzidas pelos docentes, além de oferecer uma reflexão sobre a prática pedagógica e orientar a sistematização de experiências educacionais.

Para participar, os professores enviaram um relato da prática pedagógica desenvolvida com seus alunos. Nesta edição, foram distribuídos R$ 305 mil aos vencedores, bem como viagens educativas pelo Brasil e pelo exterior, além de placas para as escolas dos candidatos que tiverem experiências selecionadas.
Etapas – O PPB é dividido em três etapas: estadual, regional e nacional. Na estadual, os três primeiros colocados em cada categoria receberão certificados que ficarão disponíveis no próprio sistema de inscrição, cabendo ao vencedor um troféu. Na regional, são R$ 7 mil, mais troféu e viagem oferecida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), autarquia vinculada ao MEC. Na categoria nacional, são mais R$ 5 mil e troféu.
Além de premiar trabalhos que contribuíram de forma relevante para a qualidade da Educação Básica no Brasil, o PPB valoriza o papel dos profissionais que atuam diretamente na formação das novas gerações, dando maior visibilidade às experiências pedagógicas consideradas exitosas e que podem ser adotadas por outros professores e oferecendo uma reflexão sobre a prática pedagógica e a sistematização de experiências educacionais.


Fonte
Texto: Antônio Querioz
Fotos: Arquivo Seduc
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Municípios, Rondônia


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube