Governo de Rondônia
Domingo, 15 de setembro de 2019

MEIO AMBIENTE

Estados da Amazônia Legal concordam em compartilhar base estrutural do Cadastro Ambiental Rural e sua análise

04 de maio de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Um dos temas de maior importância neste 14º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, iniciado na manhã desta quinta-feira (4) em Porto Velho, o meio ambiente teve como debate no primeiro momento o compartilhamento de metodologia, tecnologia e informações para o fortalecimento do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e implementação do Programa de Regularização Ambiental (PRA).

Os debates sobre meio ambiente ocorrem nesta quinta-feira no térreo do edifício Pacaás Novos, Palácio Rio Madeira

Os debates sobre meio ambiente ocorrem nesta quinta-feira no térreo do edifício Pacaás Novos, Palácio Rio Madeira

Sob coordenação da Secretaria de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), os secretários de Estado do Meio Ambiente e técnicos de nove estados da Amazônia Legal concordaram em compartilhar informações da base estrutural do sistema que envolve os módulos do CAR e sua analise, com discussão técnica a ser detalhada com apoio jurídico de cada órgão de 21 a 23 de junho, em Porto Velho. A proposta do encontro foi do secretário Vilson Salles, aprovada pelo grupo.

Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Roraima, Amapá e Tocantins, que compõem a Amazônia Legal, também concordaram em compartilhar legislações que cada um já desenvolveu a respeito do PRA, etapa que em Rondônia será executada  por técnicos da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e consiste na elaboração dos planos de recuperação de vegetação das propriedades de até quatro módulos rurais, isto é, 240 hectares.

O engenheiro florestal Arquimedes Longo, coordenador do CAR, apresentou o painel indicando uma planilha com perguntas sobre o processo de elaboração do cadastro e sua análise. Entre outras questões, os representantes responderam se os estados desenvolveram a customização do sistema federal, se utilizam apenas o sistema federal, se  o módulo do PRA já está sendo desenvolvido, se o fluxo de informações pode ser compartilhado, se estão utilizando matriz lógica para trabalhar com o PRA e se essa matriz pode ser compartilhada.

Cerca de 40 técnicos e gestores, além de representantes da embaixada da Noruega e da Agência e Fomento Andino (CAF), banco que trabalha com sustentabilidade e integração regional, participaram deste painel. Em seguida, a discussão foi sobre a construção de um instrumento próprio para mapear a cobertura vegetal dos estados.

Os debates de meio ambiente ocorrem nesta quinta-feira no térreo do edifício Pacaás Novos, Palácio Rio Madeira. O evento segue até esta sexta-feira (5) quando deverá ser assinado um protocolo de intenções para a criação do Consórcio Interestadual da Amazônia Legal.

Leia mais notícias sobre o 14º Fórum de Governadores da Amazônia legal

 


Fonte
Texto: Mara Paraguassu
Fotos: Esio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Evento, Fórum da Amazônia Legal, Governo, Legislação, Meio Ambiente


Compartilhe