Governo de Rondônia
Sábado, 23 de janeiro de 2021

Estiagem das chuvas no Peru e Bolívia pode amenizar impactos da enchente em Rondônia

19 de fevereiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

A informação é da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, dada na manhã desta quarta-feira (19) minutos antes do embarque do governador Confúcio Moura para sobrevoar as principais áreas alagadas nos quatro municípios em situação de emergência de Rondônia.

O governo decretou situação de emergência no último dia 13 de janeiro nos municípios de Porto Velho, Guajará-Mirim, Nova Mamoré e Rolim de Moura, onde 1.167 famílias foram retiradas de áreas de risco e abrigadas em locais seguros como escolas, casas paroquiais, escolas municipais e da rede estadual.A comitiva sobrevoou durante cerca de 3 horas as áreas alagadas dos bairros da Balsa, Triângulo – travessia da balsa para Humaitá -, distritos de Jaci-Paraná e Extrema, na Grande Porto Velho, e as microrregiões onde o Departamento Estadual de Estradas de Rodagens (DER) realiza serviços de manutenção na Linha 29 entre os distritos de Nova Dimensão e União Bandeirantes, respectivamente, de Nova Mamoré e Porto Velho, para tirar do isolamento o município de Guajará-Mirim.A expectativa, de acordo com o governador Confúcio Moura é de que a situação se normalize o mais rápido possível, além dos novos contatos iniciados com o Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (Denit) e também com a Suframa em busca de solução para o problema das carretas retidas na Capital por causa da interdição da ponte do rio Araras, na BR-425.A Defesa Civil considera que vencida a primeira etapa é hora agora de assegurar o máximo de assistência aos desabrigados por intermédio dos cerca de 500 voluntários de todos os níveis governamentais, pois mesmo o rio Madeira tendo atingido terça-feira última a marca de 17,85, vinte e cinco centímetros acima da marca histórica de 1997, a grande expectativa é com os resultados que a estiagem das chuvas em território peruano e boliviano possa produzir nos próximos quatro dias.

Texto: Abdoral Cardoso
Fotos: Ésio Mendes


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe