Governo de Rondônia
Segunda, 08 de março de 2021

Estrada Parque pode ficar pronta no domingo

20 de março de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Confúcio Moura recebeu ontem o governador do Estado do Acre, Tião Viana.

Confúcio Moura recebeu ontem o governador do Estado do Acre, Tião Viana.

A antecipação da conclusão do trecho da estrada ocorre por causa da mobilização de equipes que trabalham para deixar a via em condições de receber o tráfego de veículos com alimentos, medicamentos e combustível para Guajará Mirim e Nova Mamoré. “Realizamos uma verdadeira operação de guerra para atender as famílias que sofrem com a enchente”, disse o governador, chamando a atenção para a gravidade da situação e importância da Estrada Parque. “Esta é a única alternativa que temos para tirar as populações destes municípios da situação de desabastecimento em que se encontram”, acrescentou.

7 - estrada parque

Tarefas

Confúcio Moura e o vice-governador Airton Gurgacz receberam ontem o governador do Estado do Acre, Tião Viana, e o prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif, para tratar dos impactos da enchente do rio Madeira, que é a maior já registrada nas últimas décadas. O encontro serviu, segundo o governador, para dividir tarefas e compartilhar ajudas. Ele lembrou as ações preventivas da Defesa Civil Estadual e o fato de não terem sido registradas mortes em decorrência da inundação.

Durante a reunião foi comentado o fato de que a lâmina de água sobre o asfalto na BR 364 tem se elevado e pode levar à interdição total da rodovia. Como parte das ações em comum, ficou acertado que Rondônia e Acre utilizarão balsas como alternativa para manter o abastecimento do estado vizinho.

 reuniao
Acre

O governador Tião Viana declarou que mantém entendimentos diários com as autoridades de Rondônia na busca por soluções para amenizar o impacto da enchente sobre a população acreana. Ele citou ainda que os entendimentos com o Peru, país com o qual seu estado tem fronteira, asseguraram que durante 90 dias caminhões trarão suprimentos sem qualquer embaraço alfandegário e sanitário. Há, ainda, segundo ele, alternativas por via hidroviária que estão sendo providenciadas para evitar o completo desabastecimento do estado.

O Acre sofre com a alagação da BR 364, onde as condições de tráfego foram reduzidas dos habituais 500 caminhões por dia para 30 ou 50, sendo que todos transportam bens diversos. A elevação da lâmina de água sobre pista da rodovia tem provocado restrições ainda maiores aos caminhões que, a partir de agora, só passarão com cargas essenciais como, alimentos e combustíveis.

Ficou acordado que a triagem dos caminhões que seguirão para o Acre será feita no posto da Polícia Rodoviária Federal. O acesso dos veículos será limitado a 30 por dia.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Marcos Freire
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Rondônia


Compartilhe