Governo de Rondônia
Sábado, 31 de julho de 2021

REINSERÇÃO SOCIAL

Ex-apenado comemora mais de um ano de serviço no arquivo da Sepoad ao receber certificado do curso de marcenaria

30 de março de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

O modelo de ressocialização brasileira vive diferentes situações no que se refere a superação. Quando as melhores superam as mais difíceis, há motivo para comemorar. É o que ocorre com a Superintendência Estadual de Política Sobre Drogas (Sepoad) ao certificar profissionalmente Marcos Roberto Cunha, 48 anos, pai de quatro filhos, que passou 16 anos preso em regime fechado e quatro em remissão, trabalhando.

Geinaldo (3º da esquerda para a direita) e Marco Cunha (de boné) receberam a certificação

Geinaldo (3º da esquerda para a direita) e Marco Cunha (de boné) receberam a certificação

Marcos hoje é arquivista na sede da Sepoad, na rua Rafael Vaz e Silva, bairro Liberdade, em Porto Velho. Mas não chegou à função do dia para a noite. Na sua ficha o comportamento, sobretudo o querer, o transformaram.

Condenado a pena de 85 anos de reclusão em 18 processos, ele dedicou-se a trabalhos internos no sistema prisional, conseguindo assim a remissão para 20 anos, dos quais cumpriu 16. Teve, então, a chance de ser transferido para o regime semiaberto e a autorização judicial para cumprir o restante da pena trabalhando na Sepoad.

“Pelo bom desempenho dele em 2016, foi contemplado com o curso de marcenaria, e agora recebeu o certificado”, informou a superintendente Isis Queiroz, que entregou o documento, juntamente com a servidora Nazaré Ximenes, representando a Gerência de Reinserção Social da Sepoad.

“Sou grato a Deus por agir na minha vida, e à Superintendência por me oferecer suporte e poder me especializar ainda mais; estou muito feliz por ser visto pelas pessoas como um servidor”, disse Marcos Cunha.

Há mais de um ano Marcos Cunha é auxiliar administrativo, responsável pela arquivologia do órgão. Segundo a superintendente Isis Queiroz, ele é pontual, exerce suas atividades com responsabilidade e se esforça para fazer tudo da melhor maneira possível.

A Gerência de Reinserção também entregou certificado de conclusão do curso de marcenaria para o reeducando Geinaldo Ribeiro do Amaral, que trabalha no Departamento de Manutenção da Sepoad.

“Como é gratificante obter o certificado! Hoje eu vejo que para se manter em um emprego é preciso ter boa qualificação, por isso me preparei para o mercado de trabalho”, disse Geinaldo, que também trabalha há mais de um ano no prédio.

Ambos são citados como exemplo atualmente para que outros apenados em presídios estaduais rondonienses acreditem e se esforcem ao encontrarem oportunidades de reinserção social.

SAIBA MAIS:
Começam aulas para apenados em Rolim de Moura


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Sepoad
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Capacitação, Rondônia


Compartilhe