Governo de Rondônia
Domingo, 21 de julho de 2019

GINÁSTICA LABORAL

Exercícios diários de alongamento favorecem a interação e maior produtividade na Superintendência de Licitações

25 de fevereiro de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Programa acontece em dias alternados , com duas turmas de servidores.

 

Mais de 90 servidores recebem um novo gás diariamente durante o desenvolvimento de suas atividades na Superintendência Estadual de Licitações (Supel) com a ginástica laboral. Dez minutos são necessários para a prática de exercícios que favorecem o alongamento, a disposição e o rendimento profissional, proporcionando maior produtividade em todos os setores da pasta.

O Programa de Ginástica Laboral iniciou em 15 de fevereiro e conquistou todos os servidores da Supel. Responsáveis pelos processos de licitações do Governo de Rondônia, precisam apresentar resultados de trabalho, muitas vezes com dores ou preocupações que dificultam a produtividade. “A Supel tem tentado aprimorar o que é possível em uma gestão. Esses 10 minutos de atividade criam mais ânimo, que é o ‘ponto x’ pra mudar a questão da produtividade. Cria uma consciência que cuidar do corpo é importante”, disse o superintendente, Márcio Rogério Gabriel.

O idealizador do Programa, Mahatma Mendes, 24 anos, trabalha como gerente de projetos gerando um trabalho com mais produtividade, celeridade e qualidade. “Eu percebi que no nosso setor (informática) estávamos estressados, com dor nas mãos, dor nas costas. Às 11 horas eu ia conversar com todo mundo e estávamos rendendo bem menos. Um dia estudei e pesquisei como melhorar isso, encontrei a ginástica laboral. Vi uns vídeos no Youtube e estava tentando fazer com eles, quando a Dona Ivone viu e falou ‘vou dar uma mão pra eles’”, comentou o servidor.

Ivone a Mahatma deram vida ao Programa de Ginástica Laboral na Supel

Ivone Yasue Tazo, formada em Educação Física, trabalha no setor de cotação da Supel há quase nove anos e, segundo os colegas de trabalho, sempre foi além de sua atribuição administrativa, auxiliando em correções posturais e orientações sobre alongamentos diante de uma dor específica. Para despertar e alongar, com o objetivo de maior produtividade, a ginástica laboral começou a fazer parte da rotina dos servidores da Supel. Divididos em duas turmas, participam dos exercícios passados em dias alternados por Ivone, que desenvolve o Programa com criatividade, proporcionando um ambiente interativo e alegre nas manhãs de expediente da superintendência. “Quase todas as pessoas mostram que conseguem produzir muito mais depois da ginástica, aquele cansaço acumulado desde o início do expediente é aliviado”.

Além do benefício corpóreo, com a redução de dores, como as provocadas por esforço repetitivo ou má postura, a ginástica laboral cria um ambiente descontraído, onde as pessoas se conhecem melhor e começam a conversar e criar uma relação de amizade no local do trabalho. Um estudo científico apresentado pela professora Fabiana Viegas Brandão Lima concluiu o aumento em 10% da produtividade dos funcionários com um programa de 10 minutos de exercícios diários.

“Todos trabalhamos com muito foco, mas isso gera um cansaço, estresse, e não conseguimos interagir, e com esse momento de alongamento e relaxamento, conversas e risadas, a volta pro trabalho é mais tranquila. O Ambiente fica mais feliz”, garantiu Mahatma.

DEFINIÇÃO E BENEFÍCIOS

A ginástica laboral é usualmente conceituada como uma série de exercícios de curta duração promovida, normalmente, no ambiente de trabalho com a finalidade de melhorar a saúde do colaborador, aumentar a interação coletiva, evitar lesões, e amenizar fadiga – o que culmina na melhora da qualidade de vida do servidor.

Além dos mencionados benefícios para a saúde do colaborador a ginástica laboral tem, como efeito reflexo, diversos benefícios para a instituição que implementa o sistema, que são: redução de absenteísmo por lesões, crescimento na produtividade, redução das licenças médicas e integração dos funcionários.

Leia mais:

Governo cria catálogo virtual de materiais e controle de registro de preços e serviços

Governo compra 11,7 mil quilos de produção rondoniense de café robusta


Fonte
Texto: Gaia Bentes
Fotos: Jeferson Mota
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Esporte, Governo, Informativo, Interno, Lazer, Rondônia, Saúde, Serviço, Servidores, Sociedade


Compartilhe