Governo de Rondônia
Segunda, 17 de maio de 2021

Facescola é lançado e deve alcançar 300 mil educadores e alunos

01 de abril de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Alunos começam a participar do Facescola durante o evento

Alunos começam a participar do Facescola durante o evento

O projeto Facescola foi lançado oficialmente nesta segunda-feira (31) pelo secretário de Estado da Educação, Emerson Castro. Mais de 600 alunos de várias escolas estaduais de Porto Velho lotaram o Anfiteatro da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) de Rondônia para serem apresentados ao projeto que reúne conteúdos educativos e pedagógicos distribuídos em mais de 400 páginas dentro da rede social Facebook. A previsão é de que mais 300 mil pessoas tenha acesso ao Facescola até o fim do ano.

Jovens das escolas Bela Vista, Flora Calheiros, Carmela Dutra, João Bento da Costa, Major Guapindaia, Daniel Neri e Anísio Teixeira foram recebidos no evento com uma mesa contendo vários notebooks conectados ao Facebook para começarem a participar do projeto.

Um dos estudantes era Liliane Penha, de 14 anos, aluna do 1º ano do Ensino Médio da Flora Calheiros. A adolescente considera que a rede social atualmente ‘serve só para os usuários postarem besteiras’. “Acho que esse projeto [Facescola] vai servir para a gente não ficar só vendo bobagem na internet, e sim, começar a ver conteúdos de educação”, avalia.

Acessando o Facebook diariamente, Pedro Ângelo, aluno do 1º do Ensino Médio da João Bento da Costa, diz que há besteiras na rede social, mas depende do que a pessoa ‘curte’. “Eu ‘curto’ uma página sobre história e já me ajudou muito em provas”, lembra. O jovem acredita que o Facescola será bom para melhorar o aprendizado fora da escola. “Vai salvar a galera que não entende muito bem dentro da sala”, comenta.

“Vai salvar a galera que não entende muito bem dentro da sala” – Pedro Ângelo, aluno da Escola Estadual João Bento da Costa

Assim como Pedro, a aluna do 2º ano do Ensino Médio da Escola Bela Vista Fernanda de Lima conta que é uma usuária assídua do Facebook e que quando começou a usar a rede social via muita bobagem sendo compartilhada, mas que atualmente isso tem mudado. “Acho que tem sido mais compartilhado coisas informativas, que tem algum conteúdo, do que antes”, declara.

A estudante pondera que, mesmo sendo um lugar de entretenimento, o Facebook pode ser uma ferramenta para o uso educacional. “Acredito que eu posso aprender mais fora da sala de aula usando o ‘face’. A gente acessa direto e quanto mais conteúdo de educação tiver, mais conteúdo iremos ter fora da escola”, expõe.

 

Augusto Branco, coordenador do projeto, explica aos alunos como funciona o Facescola

Augusto Branco, coordenador do projeto, explica aos alunos como funciona o Facescola

 

O pensamento de Fernanda é confirmado pelo coordenador do projeto, Augusto Branco. Ele explica que o Facescola tem a proposta de levar educação através das mídias sociais para todos os alunos da rede estadual através das mais de 400 páginas dentro da rede, o que representa cada escola estadual de Rondônia. “Dentro destas páginas serão postados vídeo-aulas e conteúdos educativos em textos e fotos, além de terem professores onlines”, esclarece.

Branco afirma que antes do lançamento do projeto mais de 15 mil usuários faziam parte do Facescola e que a meta até o fim do ano é atingir mais de 300 mil pessoas, entre alunos, professores e diretores. “Queremos que o aluno se aproxime cada vez mais da escola mesmo estando fora dela”, ressalta.

O secretário Emerson Castro destaca que este é um momento único na internet em esfera mundial. “É a primeira vez que um governo de Estado trabalha com uma plataforma de rede social voltado para a educação”, garante. Emerson afirma que com o Facescola cresce o número de ferramentas para auxiliar na aprendizagem dos alunos. “Com este novo projeto, os alunos poderão ter acesso a conteúdos educativos pelo celular, tablet, computador, lan house, de onde estiverem”, conclui.

Secretário Emerson Castro comenta que a educação está mais próxima dos jovens com o Facescola

Secretário Emerson Castro comenta que a educação está mais próxima dos jovens com o Facescola


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Halex Frederic - Assessoria Seduc
Fotos: Quintela
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Rondônia, Tecnologia


Compartilhe