Governo de Rondônia
Quinta, 24 de setembro de 2020

PESQUISAS AVANÇAM

Fapero enaltece empenho e dedicação de pesquisadores que contribuem com o SUS durante a pandemia em RO

11 de maio de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

Pesquisadores reunidos em videoconferência debatem resultados de estudos recentes e se preparam para debate presencial

 

 

O investimento em ciência, educação e saúde é essencial ao crescimento socioeconômico de Rondônia. O que parece óbvio atualmente é fruto da antecipação de soluções oferecidas pela Fundação Rondônia de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia (Fapero) em plena pandemia mundial da Covid-19.

Nove pesquisadores contratados na segunda chamada do Programa de Pesquisas para o Sistema Único de Saúde (PPSUS)* 2018 apresentaram de 4 a 6 de maio, em seminário virtual, os resultados parciais de seus estudos, e debateram possíveis formas de sua aplicabilidade e incorporação.

A Fapero irá aguardar a melhoria do cenário da doença, para realizar, na forma presencial, o seminário de avaliações finais de pesquisas.

 

“Por meio da ciência e tecnologia, esses esforços permitem a transformação social da região”, destacou o diretor científico da Fapero, Andreimar Soares.

 

“Em meio à situação de pandemia, observamos que a dedicação e o empenho desses pesquisadores fazem a diferença na Amazônia Ocidental Brasileira”,considerou.

Segundo o diretor, eles contribuem com o aprimoramento do Sistema de Saúde, em Rondônia, ao oferecer importantes estratégias a curto, médio e longo prazos.

A videoconferência promovida pela Fapero acontece em consequência do atual cenário de pandemia mundial e por força do Decreto n° 24.979, de 26 de abril de 2020, que dispõe sobre o Estado de Calamidade Pública no Estado de Rondônia.

O PPSUS no estado ganha corpo desde 2013, resultando da cooperação entre a Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde, do Ministério da Saúde; Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) e Fapero.

 

PESQUISADORES                                                                                        TEMA
Alcione de Oliveira dos Santos Dentificação clínica e laboratorial das principais arboviroses circulantes em Porto Velho.
Daniel Sol Sol de Medeiros Reposicionamento de fármacos antimaláricos e estudo de combinações in vitro e in vivo sobre Leishmania spp
Jansen Fernandes de Medeiros Aspectos epidemiológicos como proposição de vigilância e controle da leishmaniose tegumentar em municípios do estado de Rondônia
Juliana Pavan Zuliani Tratamento de envenenamento por serpentes: implementação de terapias coadjuvantes à soroterapia convencional utilizando fotobiomodulação (LED) e nanocorpos
Kátia Fernanda Alves Moreira Educação interprofissional e prática colaborativa entre profissionais da atenção primária em saúde em Rondônia
Luís Paulo Costa de Carvalho Vigilância febril indireta utilizando o vetor Culicoides (Ceratopogonidae): Primeira investigação para febre oropouche no estado de Rondônia
Najla Benevides Matos Resistência aos antimicrobianos de isolados de Acinetobacter spp e da família Enterobacteriaceae: Identificação e mapeamento do perfil dos genes codificadores de ESBL, carbapenemases e metalo –β
Osmar Siena Estruturas de governança para mitigação de conflitos e judicialização no sistema único de saúde em municípios de Rondônia

ENTENDA

* PPSUS é estruturado pelo Ministério da Saúde e parceiros para apoiar e fortalecer o desenvolvimento de projetos de pesquisa que busquem soluções para as prioridades de saúde e atendam as peculiaridades e especificidades de cada Unidade Federativa. A aproximação entre os sistemas estaduais de saúde, a ciência e tecnologia e a comunidade científica permite maior interação entre os atores locais para o fortalecimento da Política Nacional de Saúde, e consequentemente maiores meios aprimorados para aproximação da excelência nos serviços públicos de saúde.

O PPSUS possui natureza interdisciplinar, integrando diversas áreas do Conhecimento, dependendo da abordagem de cada projeto de pesquisa, proporcionando debates e discussões enriquecedoras no contexto médico, biológico, jurídico, e social, dentre outros.

Leia Mais:

Incentivos da Fapero consolidam a ciência em Rondônia
Investimentos de R$ 2,5 milhões ampliam mercado do pirarucu e tambaqui
Pesquisadores da Fiocruz-RO apresentam resultados em congresso de medicina tropical


Mais Notícias
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Jeferson Mota e Assessoria Fapero
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Rondônia


Compartilhe