Governo de Rondônia
Segunda, 14 de junho de 2021

SAÚDE PÚBLICA

Fiocruz e Anvisa atestam qualidade do almoxarifado da Fundação Hemocentro de Rondônia

27 de maio de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

A estrutura e armazenagem do almoxarifado da Fhemeron foi elogiada pela Fiocruz e Anvisa

A estrutura e armazenagem do almoxarifado da Fhemeron foi elogiada pela Fiocruz e Anvisa

Implantado no bairro Tiradentes, em Porto Velho, com pouco mais de 1.200m² de área construída, com temperatura controlada por computador e dotado de modernos instrumentos e equipamentos operacionais, o almoxarifado da Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Rondônia (Fhemeron) está entre os melhores do Brasil, com o reconhecimento de órgãos federais e estaduais de pesquisa e vigilância de saúde.

Segundo o médico Orlando Ramires, presidente da Fhemeron, o governo do Estado fez altos investimentos na melhoria e moderação da fundação, tornando-a uma das melhores do País, e se não fizesse o mesmo no seu sistema de almoxarifado seria um contrassenso, visto que uma coisa depende da outra. Ele explicou que o investimento no almoxarifado foi uma exigência da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), informando que era inconcebível produzir técnicas e realizar exames com segurança tecnológica sem um suporte que garantisse a mesma segurança.

Por orientação da Anvisa, a estrutura do novo almoxarifado foi completamente adaptada para armazenar, além dos equipamentos de reposição necessários e de uso contínuo do complexo da fundação, os reagentes químicos, materiais pensos, os kits laboratoriais e, principalmente, as bolsas para armazenamento de sangue, material altamente sensível ao manuseio e armazenagem, já que são produzidas com um tipo de plástico singular (poroso) e contendo um líquido especial que serve de alimento para as células sanguíneas. Por isso é que seu armazenamento exige condições adequadas e apropriadas ambientalmente.

A temperatura e a umidade são controladas e monitoradas por computador

A temperatura e a umidade são controladas e monitoradas por computador

Um sistema especial controla internamente a temperatura e a umidade – que varia em cada ambiente, dependendo do tipo de produto que ali está armazenado – fatores essenciais para a manutenção e conservação desses componentes no almoxarifado, que foi classificado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) entre as de melhor resultado e funcionalidade do Brasil, assim como foi destacado pela própria Anvisa. “Isso nos deixa muito satisfeitos com a sensação que estamos cumprindo bem a determinação do governador Confúcio Moura”, disse Orlando Ramires.

Ramires lembrou que a Anvisa foi uma parceira em todo o processo, e mantinha inspeção rigorosa, tendo exigido a padronização dos procedimentos aos seus termos. O esforço estadual, segundo o presidente da Fhemeron, valeu o reconhecimento e a nota máxima para o complexo da fundação rondoniense.

Por fim, o médico demonstrou que o custo de uma única bolsa de sangue para o governo – depois de passar por todos os exames e procedimentos para sua conservação – é de R$ 1 mil, daí a importância de um almoxarifado moderno, inclusive com empilhadeiras elétricas, para não produzir fumaça ou qualquer outro tipo de poluente, de modo que seja eliminada qualquer possibilidade de contaminação ou de alteração das condições de armazenagem.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Cleuber R Pereira
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Obras, Rondônia, Saúde, Serviço, Tecnologia


Compartilhe