Governo de Rondônia
Quinta, 14 de novembro de 2019

ESTADOS DO NORTE

Fórum de Governadores da Amazônia Legal consolida bloco amazônico para dialogar com o mundo

26 de outubro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Secretários se reúnem no primeiro dia do Fórum

O 16º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que acontece, nesta quinta-feira (26), em Rio Branco (AC), é marcada pela ratificação do consórcio interestadual. A nova personalidade jurídica estabelece que as discussões dos temas de interesse comum serão feitas em bloco e não mais isoladamente.

A declaração de que o diálogo é feito em bloco será feita no Dia da Amazônia, que acontecerá perante a comunidade internacional, em Bonn, na Alemanha, em 2018. Lá estarão presente agentes financiadores da causa amazônica.

Em Rio Branco, o fórum também marca a introdução do turismo como instrumento de políticas públicas dos governos, inclusive com uma câmara temática específica.

O Fórum de Governadores da Amazônia Legal é formado pelos estados de Rondônia, Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Roraima e Tocantins.

No ambiente do fórum vem sendo discutida a criação do consórcio com os mesmos estados, mas é necessário um quórum mínimo, que foi alcançado recentemente, quando as assembleias legislativas de Pará e Tocantins autorizaram a entrada dos estados no consórcio.

“A próxima etapa deve acontecer na próxima semana, quando os governadores destes estados sancionarão as leis”, explicou a secretária executiva do gabinete do governo de Rondônia, Cira Moura. “É apenas um procedimento burocrático, interno. Na prática, já está autorizada a constituição do consórcio”, acrescentou.

CÂMARAS

Estão presentes em Rio Branco governadores dos nove estados e secretários das áreas das câmaras temáticas (segurança, comunicação pública, meio ambiente, e, agora, turismo) além de assessores que comporão o comitê executivo do consórcio.

As câmaras setoriais estão reunidas e concluirão os trabalhos às 17h quando apresentarão aos governadores cartas com os compromissos viáveis de cada área.

Superintendente de turismo de Rondônia, Júlio Olivar, comemorou a criação de uma câmara para tratar deste assunto no fórum. Segundo ele, o turismo passa a ser visto como demanda de política pública pelos governos.

“O turismo gera emprego e renda, qualidade de vida e a discussão e bloco é favorável para erradicar os gargalos que ainda existe nesta área”, destacou Olivar, para quem a Amazônia é marca conhecida mundialmente e pode render frutos.

Embora admita que o turismo ainda é insipiente na Amazônia, o superintendente rondoniense acredita que a atuação coletiva, no bloco, ganha estatura merecida.

O secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão de Rondônia, George Braga, também está em Rio Branco. Conselheiro no Consórcio de Governadores do Brasil Central, do qual o estado também faz parte, Braga traz experiência neste tipo de gestão e acredita que a Amazônia ganhará muito atuando conjuntamente. “Cada câmara setorial discute conjuntamente as questões de interesse dos estados e formula uma proposta única. É mais força que os estados ganham”, afirmou.

O fórum prossegue até o final da tarde, quando haverá a divulgação da Carta de Rio Branco, seguida de entrevista coletiva dos governadores.


Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Bruno Corsino
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Fórum da Amazônia Legal, Governo


Compartilhe