Governo de Rondônia
Quinta, 18 de janeiro de 2018

COMPROMISSO

Gestores apontam estratégicas para melhorar educação durante Pacto pela Aprendizagem, em São Miguel do Guaporé

11 de dezembro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

 

Governador incentiva compartilhamento de boas práticas de escolas que se destacam no Estado e no país

São Miguel do Guaporé não está com uma educação totalmente ruim, mas pode avançar e muito. É o que acreditam gestores municipais e estaduais que estivem em um encontro na semana passada marcado pelo Pacto pela Aprendizagem entre o município e o Estado. ‘‘É guerra pelos resultados’’, afirmou o governador Confúcio Moura que convidou gestores a compartilhar boas práticas em escolas que se destacam no Estado e no Brasil.

Um dos exemplos vem do município de Nova Brasilândia. A diretora da escola estadual Padre Alexandre de Gusmão, Iran Sandra Marcelino da Silva, aponta o que levou a escola a conquistar 7,9 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Ela conta que a missão era resgatar a autoestima de uma escola desacreditada. Para isso foi preciso criar e efetivar um plano de ação com o auxílio do Conselho Escolar. ‘‘Você tem que ter metas e perseguir essas metas’’, revela.

A diretora pontua as principais ações estratégicas como autoavaliação da gestão, reuniões pedagógicas e administrativas, fortalecimento do Conselho Escolar e dos grêmios estudantis, envolver os pais no melhoramento do desempenho dos alunos; melhorar a imagem da escola com inclusão de parque, laboratório, jardim, salas de jogos e reformas em outras estruturas e investir na formação continuada dos professores.

Outro exemplo vem do distrito de Jacy-Paraná. A diretora do Colégio Tiradentes da Polícia Militar II, tenente Erika Josiane Ossuci, apontou algumas máximas para alcançar resultados. ‘‘Acredito no que você está fazendo seja uma missão grande ou algo pequeno; convença pelo exemplo; assuma riscos calculados; Vá além do procedimento padrão, isso é inovação. Entenda que pequenas ações geram grandes resultados’’, disse.

Aprendizados de uma gestora que recebeu uma missão desafiadora: fazer de uma escola inserida em um contexto de prostituição infantil, consumo de drogas e violência a escola dos sonhos de alunos, professores e pais. Hoje a escola serve como referência tendo alunos que se destacam nas mais diferentes áreas de conhecimento e onde há incentivo a projetos científicos, desenvolvimento de atletas e onde alunos-problemas têm as vidas transformadas e aprendem lições para toda a vida.

‘‘Estou na escola há quatro anos, tudo que eu quero é que seja uma escola top. É o meu projeto de vida. Os últimos anos da minha vida foram dedicados a escola, apostei todas as minhas fichas ali’’. garante.  Entre as ações para tornar a escola referência em educação ela aponta o envolvimento da escola com a comunidade, disciplina e inovação.  ‘‘As coisas não acontecem da noite para o dia, mas a gente tem que acreditar e traçar estratégias para que aconteçam’’, assegura Ossuci.

A diretora de Ensino de Ariquemes Neidair Mazini, governador Confúcio Moura e a secretária de Educação de Ariquemes Cleuzeni Maria de Jesus

Também há exemplo de fora de Rondônia que tem muito a contribuir com o município de São Miguel do Guaporé e todo o Estado. A secretária Municipal de Educação de Ariquemes Cleuzeni Maria de Jesus e a diretora de Ensino da Secretaria Municipal de Educação de Ariquemes Neidair Mazini de Lima foram até Sobral, no Ceará, conferir as melhores estratégias de aprendizagem.

‘‘Por ser referência Sobral é muito procurado por todo o país e eles sempre fazem seminários para apresentar essas experiências. Nós visitamos duas escolas e aprendemos algumas ações que é possível incluir na nossa realidade como a formação continuada de professores e demais servidores da educação que é forte de Sobral e outra é o monitoramento de prazos e metas; e as crianças que não alcançam o resultado esperado recebem uma atenção diferenciada com novas estratégias até igualar o nível de aprendizagem’’, conta a secretária.

Cleuzeni conta ainda que há um trabalho direcionado para combater a evasão escolar e quando uma criança falta tem uma equipe na secretaria de educação para verificar o motivo. Também há a valorização da disciplina e do civismo. Outro projeto é a bonificação de professores que atingem metas onde aqueles que alcançam 100% das metas tem a bonificação de R$ 400. ‘‘São três eixos estratégicos que a gente percebeu: fortalecimento da gestão e das ações pedagógicas e valorização do magistério’’, revela.

Todos esses exemplos agora servem de inspiração para São Miguel do Guaporé que deu o ponto de partida para avançar em educação de qualidade.De acordo com coordenador regional de Educação de São Francisco e São Miguel do Guaporé, José Maurício de Carvalho, os desafios para São Miguel do Guaporé envolvem mudanças como polarização das escolas e investir na gestão.

‘‘A gestão é fator determinante para o sucesso de uma escola’’, reforça a diretora geral de Educação da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Angélica Ayres.Para o governador Confúcio Moura, é importante que todos os gestores estejam comprometidos com o sucesso dos alunos em sala de aula e que use estratégias inovadoras com foco na aprendizagem.

Veja galeria de fotos

Leia mais.

 Governador Confúcio Moura firma Pacto pela Aprendizagem em São Miguel do Guaporé; meta é transformar município em referência


Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Jeferson Mota/Bruno Corsino
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Capacitação, Educação, Evento, Governo, Municípios, Rondônia, Servidores, Sociedade


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube