Governo de Rondônia
Terça, 18 de maio de 2021

Governador busca incentivo do governo federal para investir na cultura rondoniense

23 de janeiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Confúcio Moura disse à ministra que Porto Velho era a única capital do país sem um teatro para grandes espetáculos e que essa obra representa um marco na história de Rondônia, ao trazer para a classe cultural do Estado uma obra que contempla dois teatros em um único endereço na capital, sendo um de grande porte, com capacidade para 920 lugares, e outro com 217 vagas, totalizando 1.137 lugares. Já o teatro de Ariquemes terá capacidade para 520 lugares, no entanto, a data da inauguração ainda não foi definida.

A ministra tomou conhecimento de que a inauguração do teatro de Porto Velho acontecerá no próximo dia 25 de abril e ficou de confirmar a presença no evento. Marta Suplicy aproveitou para falar do andamento das obras dos Centros de Artes e Esportes Unificados (CEUS) que beneficiarão, num primeiro momento, os moradores das  cidades de Porto Velho, Ariquemes, Cacoal e Rolim de Moura. De acordo com a ministra, os CEUS possuem o objetivo de integrar num mesmo espaço físico, programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, políticas de prevenção à violência e inclusão digital.Confúcio pediu o apoio à ministra para orientar na gestão dos dois teatros. A ministra demonstrou o interesse e posteriormente o governo do estado mandará uma equipe técnica à Brasília no sentido de dar seguimento as tratativas dessa audiência. “Nosso governo está concretizando todos os sonhos dos artistas rondonienses que há vinte anos pedem um local específico para se apresentar”, ressaltou o governador.O senador Valdir Raupp enfatizou que esse trabalho de fortalecimento da Cultura, a deputada Marinha Raupp vem fazendo há quase 20 anos, e, em diversas cidades de Rondônia já existem teatros construídos fruto desse trabalho, e agora na fase de conclusão e com o apoio forte do governo do Estado, o teatro de Porto Velho e o de Ariquemes estarão na altura dos teatros de São Paulo e Rio de Janeiro. “Para nós é muito importante colocar Rondônia no contexto nacional, até porque Porto Velho é a única capital do Brasil que não tem um teatro ainda em funcionamento. Agora vai ter para receber qualquer espetáculo em nível nacional e internacional”, frisou.

Vale Cultura
A ministra também destacou o Vale Cultura, um programa de inclusão social criado no ano passado com o objetivo de garantir meios de acesso e participação nas diversas atividades culturais desenvolvidas no Brasil. O vale cultura é um benefício que será destinado a todos os trabalhadores que ganham até cinco salários mínimos.

“Nós (o Congresso Nacional) tivemos a oportunidade de aprovar o Vale Cultura que vai oportunizar verdadeiramente que os nossos espaços de cultura possam ter acesso de toda a população”, enfatizou a deputada Marinha Raupp. Ela acredita que a Cultura traz o desenvolvimento para a cidade, mais especialmente, oportuniza o crescimento individual do ser humano. “Eu vejo esse espaço como o espaço da família, por isso eu estou acreditando que vamos avançar com o apoio do Ministério da Cultura, da Funarte, Iphan naquilo que Rondônia tem de melhor que é o nosso povo”, concluiu.

Texto e fotos: Zózimo Macêdo
Jornalista  DRT-MT 1282


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe