Governo de Rondônia
Terça, 02 de março de 2021

Governador Confúcio inaugura instalações no Porto Organizado em Porto Velho

11 de fevereiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Segundo o governador Confúcio Moura, Rondônia passará a ter dois portos no futuro. O atual, no qual o governo tem investido em sua modernização e incremento de equipamentos, e o que será construído em Porto Chuelo, “que terá potencial maior que o de Santos”, afirmou.

O grande diferencial de Rondônia é a posição estratégica do porto e sua capacidade para adaptação multimodal de transporte (uso de caminhões, futuramente os trens, balsas e navios), o que barateia o custo dos transporte e retira das estradas o fluxo de caminhões.

Presente ao evento, o senador Valdir Raupp salientou a importância desta modernização do porto, que foi construído em seu governo e pediu uma atenção maior do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) quando à dragagem do rio Madeira, que foi licitada mas a empresa vencedora não chegou a realizar a obra em tempo hábil.

Reforçou os grandes investimentos e empenho do governador Confúcio e disse que este é mais que um governo da cooperação. “É um governo humano e democrático e que estabeleceu uma nova política no estado”.

Esta solenidade marcou também a entrega de uma “ambulancha” com capacidade para oito pessoas e a assinatura do convênio que cria o Grupamento Fluvial dos Bombeiros, que irá atender os trabalhadores  e realizar a segurança do entorno do Porto.

O presidente da Soph, José Ribamar de Oliveira, enfatizou os investimentos que foram e estão sendo realizados no porto e agradeceu ao governador Confúcio pelo empenho nesta modernização que está possibilitando o incremento no escoamento da produção e consequentemente, no “faturamento e na geração de emprego e renda para o estado de Rondônia”, destacou.

O governador destacou que muitos dos equipamentos e veículos que foram adquiridos são frutos da economia que a administração do porto fez e que tornaram possível esta compra.

Mas lembrou ainda que as exportações do Brasil e seu relacionamento com o mercado internacional são ainda muito pequenas. “Temos de investir muito mais ainda”, disse lembrando que a infraestrutura brasileira é muito ruim e que “perdemos grande parte da produção no transporte e nas esburacadas estradas”.

Para ele, os empresários já perceberam o potencial econômico que Rondônia tem e virão investir no estado não só por receberem incentivos, mas porque aqui “nós teremos uma excelente estrutura para possibilitar seus negócios”.

Afirmou também que Rondônia terá uma “inversão econômica fantástica em um futuro muito breve”, disse, lembrando que ao governo basta “não atrapalhar o investimento e o crescimento, pois ele virá”, concluiu.

Os veículos foram oficialmente entregues à Soph, sendo uma pick-up Strada, dois carros para auxílio administrativo Siena, uma mini carregadeira e uma ambulancha.

Estrutura

Com um crescimento anual constante, o porto vem sendo destaque, tendo a meta de crescer pelo menos 10% ao ano, pretendendo duplicar a capacidade de movimentação de carga em um breve espaço de tempo. Por este motivo, empresários e instituições tem demonstrado interesse em conhecer as instalações pois reúne todos os atrativos para potenciais investidores: mercado consumidor em expansão, localização geográfica privilegiada e infraestrutura.

Especialmente por sua localização privilegiada, oferece diferencial para as exportações, barateando o frete ao mercado internacional, aumentando a competitividade do produto brasileiro no mercado externo.

Transporte diversificado

Atualmente o porto recebe uma média de 400 carretas diariamente transportando os mais variados tipos de cargas: soja, milho, cimento, carnes, combustíveis, alimentos perecíveis e não perecíveis, contêineres, automóveis, cargas gerais e peças de grande porte como as que são utilizadas nas hidrelétricas.

No ano passado, o porto movimentou perto de quatro milhões de toneladas. Um crescimento de 3,5 % em relação a 2012. As exportações foram responsáveis pela maior fatia de crescimento da economia estadual com 16,24%.
Modernização

Este crescimento no movimento precisou ser acompanhado de investimento para dotar o porto de infraestrutura necessária. Por isso, o Soph, que administra o porto, elaborou um Plano de Modernização Portuária capaz de readequar toda a logística e infraestrutura das instalações, investindo
aproximadamente R$ 8 milhões, com recursos próprios do governo do estado, em obras, serviços e equipamentos.

Esses equipamentos irão garantir um incremento substancial às operações portuárias, com reflexo na otimização de tempo de trabalho e maior agilidade nas movimentações de carga.

O porto também adotou um novo sistema de segurança, implantando a  vigilância eletrônica nas vias internas do local, para dar continuidade à meta de aperfeiçoar o sistema.

O governo de Rondônia, recentemente, assinou um termo de compromisso com a Secretaria de Portos-SEP, para o repasse de R$ 21.453,000,00 que serão investidos na infraestrutura do porto neste ano de 2014.

Texto: Geovani Berno
Fotos: Ésio Mendes


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe