Governo de Rondônia
Terça, 18 de maio de 2021

PAZ NO CAMPO

Governador Confúcio Moura entrega ao presidente do Incra demandas de regularização de assentamentos em Rondônia

12 de maio de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

A constante relação entre conflitos agrários e a demora da regularização de terras do governo federal foi o principal tema tratado pelo governador Confúcio Moura com o presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Leonardo Góes Silva, nessa quinta-feira (11).

Governador Confúcio em audiência com o presidente do Incra, Leonardo Góes

Governador Confúcio em audiência com o presidente do Incra, Leonardo Góes

Inicialmente, Confúcio ressaltou o princípio da propriedade e a necessidade de desapropriar dignamente as fazendas. Segundo ele, além de assentar o trabalhador rural é preciso que haja estrada asfaltada, telefonia, boa terra, escola e a oportunidade para que realmente a localidade possa produzir.

“Não se pode fazer esses assentamentos largados no fim do mundo, onde a pessoa vai exercitar a miséria e o sofrimento”, disse Confúcio.

Frente a várias localidades que têm sido desafio para o Incra, Moura destacou os assentamentos Rio Branco II e Canaã em Ariquemes. Ambos são antigos e sofrem com um debate permanente de competência entre o Incra e o Terra Legal. Para o governador, os cidadãos não têm estabilidade, pois a qualquer momento chegam reintegrações de posse.

O presidente do Incra consultou sua assessoria técnica e afirmou que houve vários cortes de recursos de sua pasta, que seriam suficientes para desapropriações, mas confirmou que vai estudar como fazer nestes dois assentamentos o mais rapidamente.

Os representantes do Terra Legal articularam uma reunião para o próximo dia 28, em conjunto com o Incra, para remover empecilhos burocráticos que possam atrasar a regularização destas terras e, consequentemente, minimizar os conflitos.

Confúcio Moura declarou que mediará com os órgãos, mas que o Terra Legal é competente para resolver este impasse de contratos antigos. “Rondônia tem tido muitos conflitos e muitas mortes. Levei esse assunto até o presidente da República e já há uma Medida Provisória, graças a Deus, que deve ser votada, e poderemos solucionar conflitos e poupar vidas”, ressaltou.

O encontro contou com a presença do deputado federal Lúcio Mosquini, do superintendente do Incra em Rondônia Sérgio Brito, de representantes do programa Terra Legal e da superintendente de Integração do Estado de Rondônia em Brasília, Elizete Lionel.

Leia mais:

Mesa de Diálogo Permanente reúne para prevenir conflitos agrários e socioambientais


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Alex Nunes
Fotos: Zózimo Macedo
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Governo, Justiça, Rondônia


Compartilhe