Governo de Rondônia
Domingo, 09 de dezembro de 2018

INOVAÇÃO

Governador Daniel Pereira abre palestras para formação de cerca de 300 policiais militares e anuncia polícia tecnificada

09 de abril de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

O curso Marechal Rondon tem a duração de sete meses

‘‘Nós faremos parte das duas policiais tecnificadas do Brasil. A primeira é de Santa Catarina e Rondônia será a segunda. Em 90 a 120 dias todos vocês terão equipamentos eletrônicos para realizar o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). O que vai permitir prestar um serviço de altíssima qualidade para a população’’, anunciou o governador de Rondônia, Daniel Pereira, na manhã desta segunda-feira (9) durante a abertura do ciclo de palestras do curso Marechal Rondon de Formação de Soldados da Polícia Militar no teatro Guaporé.

Rondônia é o terceiro estado a implantar 100% do Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) no território. Está atrás apenas de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.  ‘‘Mas com uma agilidade que realizamos Rondônia se torna modelo para outros estados da federação’’, afirma o governador.  Com o TCO, o registro de ocorrência de crimes de menor potencial ofensivo pode ser feito pelo próprio policial no local do crime. O que evita o deslocamento até delegacias e consequentes custos.

Sob a coordenação do capitão da PM Miranda, o curso Marechal Rondon conta com uma equipe de dez oficiais, 15 praças e 292 alunos a soldado. A atividade de ensino começou em setembro e tem duração de sete meses.A turma deve concluir o curso no dia 20 de abril.  A formação inclui disciplinas teóricas e práticas, estágios supervisionados e de operação de selva. E nesta segunda-feira foi dado início ao ciclo de palestras sobre TCO. De acordo com o capitão, esse treinamento específico terá 40 horas/aula onde está previsto uma operação policial para o preenchimento de formulários e procedimentos administrativos.

O governador ainda falou na ocasião da importância de tratar a segurança como Política Pública e que os novos policiais terão em mãos ferramentas inovadoras para prestar um serviço eficiente a sociedade. ‘‘A proteção da nossa sociedade não é só um dever dos senhores, mas vai muito além tem que ser tratada como política pública e é aí que preciso falar de educação e a primeira lei que tive o prazer de sancionar foi a que pois fim à greve dos servidores da educação e em crescimento linear deu o maior aumento que os professores já tiveram’’, disse o governador.

Daniel ainda apontou o caminho para continuar avançado. ‘‘Nós vivemos um momento que precisamos fazer mais com menos e mudar a situação negativa, não é uma obrigação de uma pessoa só, mas coletiva. Se tiver que correr atrás de bandidos nós vamos correr, mas vamos trabalhar para não ter mais bandidos. Países como a Finlândia, Suécia, Dinamarca já conseguiram fazer isso’’, avalia o governador.

Leia mais:

Alunos-atletas de Rondônia são selecionados para atuar em time mineiro na Copa Anhanguera

Polícia Militar de Rondônia orienta como enfrentar com êxito casos de falsos sequestros

Proerd dobra número de estudantes atendidos em Rondônia e prevê ampliação de escolas participantes em 2018


Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Governo, Municípios, Polícia, Rondônia


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube