Governo de Rondônia
Sábado, 15 de maio de 2021

NO ATO DE POSSE

Diretores e vices assumem compromisso com melhoria do ensino

16 de janeiro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Posse dos diretores e vice-diretores de Porto Velho aconteceu na noite de quinta-feira, 15

Diretores e vice-diretores: desafio na educação básica

O governador Confúcio Moura empossou quinta-feira (15) à noite, no auditório da Ulbra em Porto Velho, diretores e vices de estabelecimentos escolares supervisionados pela Coordenação Regional de Educação da Capital.  Eles foram eleitos em dez de dezembro de 2014  em  escolas de Candeias do Jamari e Itapuã do Oeste.

Em nome dos demais eleitos, os professores Francisco Leonilson Carlos de Souza, José da Silva Freire Júnior e Gracijanes Braga assinaram o termo de posse e compromisso.

A Gestão Democrática nas escolas da rede estadual de ensino começou no primeiro mandato do governador Confúcio Moura e foi criada pela Lei 3018, de 17 de abril de 2013.

A professora Eliety Barbosa  pediu o empenho de todos para melhoria do ensino. “Não há receita para o sucesso, mas ingrediente”. A vereadora Ana Maria Negreiros elogiou a “atuação inovadora” do governador na educação, especialmente por dotar as escolas de melhores condições de trabalho: a instalação de lousas digitais na Escola Murilo Braga, por exemplo. “Tudo que podemos fazer, vamos fazer com amor. Só teremos um Brasil melhor com a educação de qualidade”, destacou.

Nilson Gonçalves Vieira, diretor reeleito da Escola Estadual Hélio Neves Botelho, fez o juramento

Nilson Vieira, reeleito na Escola Hélio Neves Botelho

A coordenadora regional de Educação de Porto Velho, professora Irany de Oliveira, conclamou a todos os empossados para trabalhar “com fibra, garra, amor e dedicação”. “Vocês estão assumindo um desafio em busca de elaborar os índices de desenvolvimento da educação  básica”, disse.

Grito de liberdade
O deputado estadual eleito Léo Moraes cumprimentou os empossados: “Ter uma eleição para diretor e vice-diretor das escolas é um grito de liberdade dos trabalhadores em educação; eles tinham que aceitar as imposições políticas nas indicações dos cargos”, lembrou o parlamentar.A secretária Fátima Gavioli destacou o empenho de diversos profissionais pela parcela de contribuição para que a Gestão Democrática se tornasse realidade.Ela enalteceu a determinação do governador Confúcio Moura em fazer a eleição mais concorrida – depois dos pleitos eleitorais políticos – em que todos os segmentos da sociedade educacional foram acionados e efetivamente participaram. Emocionada, disse que licença prêmio, vale transporte e outros direitos serão quitados nos próximos dias (leia matéria neste portal).

A secretária Fátima Gavioli ressaltou o empenho dos profissionais em fazer com que a gestão democrática fosse uma realidade

Fátima Gavioli: elogios à gestão democrática

O vice-governador Daniel Pereira mencionou os professores Júnior e Gilka, cumprimentando em nome deles, todos os empossados. Na condição de professor e ex-deputado estadual, Pereira lembrou das ações de seus dois mandatos, no sentido de aprovar o Projeto da Gestão Democrática, enfatizando ter encontrado resistência de ex-governantes na época.

Ele enalteceu o governador Confúcio Moura por enviar recursos às escolas: “Hoje, gestores escolares administram recursos que são utilizados nas despesas escolares”.

Lembrou o “excelente trabalho do ex-secretário estadual de Educação, Emerson Castro”. E a luta do presidente do Conselho Municipal de Educação de Porto Velho, professor Mário Jorge, 14 anos atrás, desfraldando a bandeira da da gestão democrática quando ocupou o cargo de secretário municipal de Educação. “Hoje ela é realidade e ninguém irá ter coragem para mudá-la. Aceitaremos o desafio proposto pela secretária Fátima Gavioli, de melhorar a educação em Rondônia”, disse o vice-governador.

O governador Confúcio destacou sua prioridade com o pagamento dos servidores públicos. (Leia texto neste portal). “Foi assim como prefeito de Ariquemes e como governador em meu primeiro mandato”, destacou. Elogiou o pleito eleitoral educacional, pois uma professora teve 100% dos votos:  “Faria uma transfusão para obter tal índices dos votos em futura eleição”, aludindo-se à dificuldade que teve na reeleição para o cargo de governador nas eleições de 2014.

Secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, e governador Confúcio Moura empossaram os diretores e vice-diretores

Gavioli e Confúcio no ato de posse de diretores e vices

“Estudante no século XIX”
“Para terem uma ideia da importância da eleição, em Rolim de Moura, candidatos a diretor de escola utilizaram faixas, cartazes e camisetas”, lembrou.
Referiu-se ainda à prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem): mais de meio milhão de estudantes tiveram suas redações zeradas.”Há escolas que ainda estão no Século XIX, o professor é do Século XX e o estudante está no Século XXI”, alertou. Destacou que o professor vive em outra época e tem que melhorar o relacionamento, ouvindo o aluno e a sociedade. “Temos que identificar que escola o aluno quer. O ensino médio no Brasil é fraco. Temos que mudar”. Para o governador, é inaceitável ter 11 disciplinas e ainda ter que incorporar outras na grade curricular.

Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Assessoria Seduc
Fotos: Quintela
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Governo, Rondônia


Compartilhe