Governo de Rondônia
Sexta, 20 de setembro de 2019

NOVO HOSPITAL

Governador garante celeridade na construção do Heuro com R$ 50 milhões já garantidos pelo TCE-RO

06 de junho de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Governador destaca Anteprojeto que cria o Fundo Heuro e enaltece atitude do TCE-RO

Os primeiros passos para a construção do novo Hospital de Emergência e Urgência de Rondônia (Heuro), em Porto Velho, começam a ser dados e ganham forças com recursos no valor de R$ 50 milhões disponibilizados pelo Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO) que irão garantir o início da obra da Unidade Hospitalar em Porto Velho. A expectativa é que o Heuro seja concluído no prazo de 4 anos, mas com união de esforços que possam encurtar o prazo para 2 anos, conforme expectativa apresentada pelo pelo governador do Estado, coronel Marcos Rocha, garantindo celeridade e seriedade no processo de construção, definindo que a prioridade é salvar vidas. É possível que o processo licitatório respeitando todas as etapas seja iniciado ainda no início do próximo semestre.

Todas as informações em torno da construção do novo Heuro foram minuciosamente detalhadas durante coletiva de imprensa realizada na manhã de quinta-feira, 6, com a presença do governador Marcos Rocha, juntamente com o presidente do TCE, conselheiro Edilson de Sousa Silva; o presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, deputado Laerte Gomes; do secretário-chefe da Casa Civil, José Gonçalves da Silva Júnior; do secretário Estadual da Saúde, Fernando Máximo; bem como demais deputados estaduais e secretários.

Ao se pronunciar, o presidente do TCE-RO argumentou que os recursos disponibilizados vão ao encontro dos anseios de se construir um novo hospital que em um futuro bem próximo irá substituir atual Hospital João Paulo II (JPII) que, há anos vem apresentando precariedade na estrutura física do prédio. “Esse recurso é resultado de uma economia de 10 anos feita para que fosse construída a nova sede do Tribunal. No entanto, juntamente com todos os conselheiros decidimos por unanimidade destiná-lo com prioridade de ajudar ao próximo e salvar vidas e disponibilizá-lo para essa obra que é a construção do novo Heuro. Chega de sofrimento por parte a nossa população e aqui destaco todo o heroico trabalho desempenhado por cada profissional de Saúde que atua hoje no Hospital João Paulo II, superando as precárias condições do prédio atual. O TCE-RO irá fiscalizar e acompanhar de perto todo o processo até a conclusão dessa obra”, enfatizou o conselheiro.

As palavras do presidente do TCE-RO entram em conformidade com os objetivos do governador Marcos Rocha que desde quando assumiu o Governo tem priorizado, inclusive, a questão da Saúde, principalmente quando o assunto é o Hospital João Paulo II. Marcos Rocha fez questão de reforçar dizendo que cada centavo gasto na obra seja fiscalizado e definiu o momento como histórico e que Rondônia está no caminho certo para despontar como modelo para o país.

O governador ratificou a forma transparente e harmônica entre o Governo do Estado, a Assembleia Legislativa, o Tribunal de Contas, o Tribunal de Justiça e outros órgãos que estão engajados em desenvolver projetos que visam atender à sociedade.

Prova disso, foi o anuncio do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Laerte Gomes, que no momento da coletiva anunciou um anteprojeto aprovado por unanimidade pelos 24 parlamentares que prevê a criação de um Fundo de recursos para o novo Heuro. O presidente ainda reforçou que o Poder Legislativo do Estado será um forte aliado com doações de recursos provenientes de economias feitas pelos deputados reforçando a necessidade de se dar uma resposta à sociedade. “É possível se fazer economia e cada deputado está comprometido em apoiar essa causa de se construir um hospital decente e que atenda com dignidade nossa população”, deixou claro o deputado.

SONHO PRÓXIMO DE SER REALIZADO

O repasse do recurso para o Executivo Estadual possa iniciar as obras do novo Hospital de Emergência e Urgência foi festejado pelo governador Marcos Rocha que, juntamente como o secretário Fenando Máximo, se emocionou ao relatar a situação antes encontrada no Hospital João Paulo II. “Vivemos um momento totalmente diferente que não existe a expressão “toma lá dá cá” e nem interesse individual e sim um trabalho em prol da sociedade. Esse recurso será a cada centavo respeitado não apenas esse, mas todos que utilizarmos no Estado, pois precisamos atender à necessidade da população. Estamos montando a comissão destinada para acompanhar todo o processo licitatório formada pelos setores responsáveis. A cada passo que dermos que tenhamos convicção de que está tudo certo”, argumentou o governador.

Heróis. Essa foi a expressão do governador ao se referir aos profissionais da Saúde, principalmente aos que atuam no Hospital João Paulo II, tamanho o grau de complexidade e que mesmo assim desempenham suas atribuições com dedicação superando a precariedade do local. Ele ainda chegou a comentar um fato ocorrido durante uma de suas visitas feitas à Unidade Hospitalar em que uma enfermeira estava emocionada demonstrando a alegria de estar salvando vidas.

Emocionado, o secretário Fenando Máximo salientou que o sonho do povo de Rondônia sairá do papel. “Observo todos os dias que tem o dedo de Deus atuando neste Governo. É um momento de muita felicidade e estamos pensando no futuro e entregando esse hospital para a população. Iremos conseguir realizar esse sonho”, disse o secretário, enfatizando, inclusive, que mesmo com as atenções voltadas para a construção do novo Heuro, em nenhum momento os pacientes ficarão desassistidos, como já vem sido comprovado deste o início do Governo com medidas que têm tirado pacientes dos corredores e estacionamento do Hospital João Paulo II.

O secretário também citou o mutirão de cirurgias ortopédicas que está sendo realizada desde o último final de semana. O mutirão já atendeu 69 pacientes que passaram por procedimentos, isso, concluiu ele, sem contar com os trabalhos de rotina norma do JPII, ou seja, todas as medidas e alternativas estão sendo executadas para que possam desafogar os leitos do hospital. “As medias estão sendo extremamente importantes e todas efetuadas de forma democrática e transparentes. “É um momento de gratidão pelo que está acontecendo de positivo e agradeço a todos que estão somando para se manter a saúde da população”, frisou.

TCE-RO TAMBÉM OLHA PARA O IPERON

Os R$ 50 milhões garantidos para a construção do novo Heuro fazem parte dos recursos anunciados pelo presidente do Tribunal de Contas de Rondônia. Ele ainda anunciou mais R$ 25 milhões ainda como parte do Plano de Contenção de Gastos, destinados para auxiliar o Estado na resolução dos problemas financeiros enfrentados com a previdência (Fundo Financeiro do Iperon).

Desse montante, R$ 15 milhões referem-se à alienação dos prédios das Secretarias Regionais do TCE no interior do Estado, que serão desativadas. Outros R$ 10 milhões são relativos à economia com contratações que seriam efetivadas para o novo prédio.

 

 

 


Fonte
Texto: Paulo Ricardo Leal
Fotos: Frank Néry
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Saúde


Compartilhe