Governo de Rondônia
Terça, 23 de abril de 2019

INTEGRAÇÃO

Governadores da Amazônia Legal vêm a Rondônia para definir criação de consórcio

24 de abril de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

A assinatura do protocolo de intenções para a criação do Consórcio Interestadual da Amazônia Legal é o principal item do 14º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que acontece nos dias 4 e 5 de maio, em Porto Velho. Durante o evento também serão tratados temas de interesse da região, como meio ambiente, segurança pública e comunicação.

Evento será no Palácio Rio Madeira, nos dias 4 e 5 de maio

Evento será no Palácio Rio Madeira, nos dias 4 e 5 de maio

Além Confúcio Moura, governador de Rondônia, o anfitrião da reunião, fazem parte do fórum os governadores do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Roraima e Tocantins.

A área dos estados da Amazônia Legal equivale a 61% de todo o território nacional, o que levou os governadores a buscarem dar mais relevância à região no cenário nacional.

“Esta iniciativa leva a Amazônia Legal ao papel de protagonista ao fortalecer a política institucional no contexto do desenvolvimento do país e das transformações globais em curso”, resume Cira Moura, secretária executiva do gabinete do governo de Rondônia. Ela é responsável pelos preparativos para o fórum.

A missão de dar mais visibilidade à região foi debatida no fórum anterior, realizado em Macapá, em janeiro deste ano. E para consolidar esta proposta, o ministro do turismo Marx Beltrão foi convidado para vir a Porto Velho para conhecer a Campanha de Promoção do Turismo na Amazônia, outra iniciativa dos governadores do bloco.

O fórum inicia na quinta-feira (04), com secretários estaduais e assessores técnicos das áreas de segurança pública, meio ambiente e comunicação social. Durante todo o dia eles debaterão pautas específicas em três ambientes distintos do edifício Rio Pacaás Novos, sede do governo de Rondônia, no Palácio Rio Madeira.

 

“A iniciativa de governadores da Amazônia Legal com o consórcio é promover o desenvolvimento desta parte do país de maneira efetivamente sustentável”. Cira Moura, secretária executiva do gabinete do governo

 

O conteúdo das discussões será disponibilizado numa plataforma específica para que os participantes possam acessar. Desta forma, os documentos que serão produzidos poderão passar pelas alterações, se houver necessidade, em tempo real e poderão ser deliberados pelos governadores na reunião da sexta-feira (05).

Será também na sexta-feira que, após elaborado e avaliado pelos procuradores dos estados, será assinado pelos governadores o protocolo de intenções para a criação do Consórcio Interestadual da Amazônia Legal. O formato deve seguir o modelo do Consórcio Brasil Central, do qual Rondônia também faz parte, e está em pleno funcionamento com resultados expressivos.

“A iniciativa de governadores da Amazônia Legal com o consórcio é promover o desenvolvimento desta parte do país de maneira efetivamente sustentável”, explica Cira Moura, que tem reunido com equipes envolvidas na realização da reunião para tratar dos detalhes finais do evento.

Na área ambienta serão abordados temas como o compartilhamento de informações e tecnologia para o fortalecimento do Cadastro Ambiental Rural (CAR), informações sobre a cobertura vegetal na Amazônia Legal e o processo de desmatamento na região, além de discussão sobre uma política de redução das emissões por desmatamento e degradação florestal.

No item segurança pública serão avaliadas questões específicas dos estados amazônicos, inteligência estratégica e as operações integradas nas fronteiras e gestão de conflitos agrários.

A pauta de comunicação retomará a proposta de criação do Fórum das Secretarias de Comunicação da Amazônia Legal que foi iniciada em Macapá, estruturas de comunicação governamentais, experiências de comunicação pública e cidadã com uso de novas tecnologias e redes sociais.

Ao final do fórum será redigida a Carta de Porto Velho, que conterá os compromissos firmados pelos participantes.

Leia mais:
Rondônia vai ao Fórum do Brasil Central como exemplo para mercado comum
Governadores da Amazônia Legal debatem problemas comuns em encontro no Macapá


Fonte
Texto: Nonato Cruz
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Água, Brasil, Ecologia, Economia, Evento, Governo, Meio Ambiente, Rondônia, Segurança, Turismo


Compartilhe