Governo de Rondônia
Quinta, 16 de setembro de 2021

INCENTIVO

Governo aposta na coleta seletiva e geração de renda com o Programa Rondônia Pró-Catador  

02 de julho de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Foi lido nesta quarta-feira (1), no Plenário da Assembleia Legislativa (ALE),  o Projeto de Lei Ordinária (PLO 118/2015) encaminhado pelo governo de Rondônia que institui o Programa Rondônia Pró-Catador e o Comitê Interestadual para Inclusão Social e Econômica dos Catadores de Materiais Reutilizáveis e Recicláveis, uma iniciativa que vinha sendo discutida a partir de reuniões promovidas pela  Secretaria de Assistência Social de Rondônia (Seas), com o acompanhamento do vice-governador Daniel Pereira.

Reunião com os catadores de materiais recicláveis

Reunião com os catadores de materiais recicláveis

Na Mensagem 113, encaminhada ao Poder Legislativo, o governador Confúcio Moura ressalta o interesse público ao fazer a defesa da iniciativa de lei, que contribuirá para a adoção de postura responsável de coleta seletiva de lixo e reciclagem de material.

Segundo ainda o governador, a oportunidade de gerar renda ao incentivar a coleta de material reciclável e reutilizável é promissora: “Muitos indivíduos desempregados encontram na coleta desses materiais oportunidades de obtenção de renda para a sua sobrevivência e de suas famílias. Por essa razão, não há surpresa no fato de que o funcionamento das cooperativas de catadores ganha importância no cenário atual por representar movimento social reconhecido.”

Estas entidades – cooperativas e também associações – terão impulso ao se habilitarem no programa, que desenvolverá várias ações para melhorar as condições de trabalho e oportunidade de inserção social para os catadores.

Entre elas destacam-se: promover a capacitação, formação e assessoria técnica; atuar para a aquisição de máquinas e veículos adequados para a coleta seletiva, reutilização, beneficiamento, tratamento e reciclagem do material; na abertura e manutenção de linhas de crédito especiais para apoiar projetos voltados ao fortalecimento das entidades; colaborar na organização e apoio a redes de comercialização e cadeias produtivas e no desenvolvimento de novas tecnologias para agregar valor ao trabalho de coleta de materiais reutilizáveis e recicláveis.

O Programa Rondônia Pró-Catador poderá ser realizado, conforme o artigo 3º da lei, em cooperação com órgãos ou entidades da administração pública federal, estadual e municipal.  A parceria de órgãos ao programa será mediante termo de adesão, que será definido pelo Comitê Interestadual.

Caberá ao Comitê Interestadual de Inclusão Social e Econômica dos Catadores de Materiais Reutilizáveis e Recicláveis coordenar e execução e monitorar o programa. Ele será integrado por representantes da Casa Civil; Secretarias de Estado da Educação (Seduc); Saúde (Sesau); Assistência Social (Seas); Agricultura (Seagri); Desenvolvimento Ambiental (Sedam); Assuntos Estratégicos (Seae); Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog) e Finanças (Sefin).


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Mara Paraguassu
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Convênios, Governo, Meio Ambiente, Rondônia, Saúde, Serviço, Terceiro Setor


Compartilhe