Governo de Rondônia
Terça, 02 de março de 2021

Governo avança com plano de carreira da área social e prepara concurso

16 de janeiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

A visita à construção contou com a presença de grande parte da imprensa de Ariquemes, que acompanha a evolução do projeto iniciado no mês de outubro do ano passado. Durante a coletiva, Confúcio Moura disse que a saúde tem sido uma de suas prioridades, como o centro de Diálise que breve será inaugurado, que vai diminuir o deslocamento à Capital, de pessoas portadoras de problemas renais.

Confúcio falou ainda sobre o processo de hemodiálise que passará a ser realizado naquela localidade, explicando que “quando os rins de uma pessoa pára de funcionar, o corpo passa a não ter como se livrar das toxinas ingeridas e, se não tiver outro meio, entra em falência e a pessoa morre, por isso é importante o trabalho de hemodiálise que consiste em conectar o paciente a uma máquina que mistura o sangue com água que o purifica por 4 horas e depois o devolve limpo e saudável ao corpo”. Confúcio explicou esses dados para justificar toda a demora na montagem do projeto, que resultou em um grande anseio por parte da população principalmente pelos pacientes que necessitam do tratamento e de seus familiares. A inauguração está prevista para a segunda quinzena do mês de março.

Leani Wingo, paciente renal crônica e presidente da associação dos pacientes da região, foi uma das pessoas convidadas a acompanhar a vistoria à obra. A paciente espera ansiosa pela inauguração do Centro de Diálise. “O fim de anos de angústia. Três vezes por semana enfrentamos a estrada com destino a Porto Velho para o tratamento. Não é fácil. Agora, com a inauguração desse centro, vamos ter um pouco mais de tranqüilidade para viver, para cuidar da saúde”.

Ursula Lima, gerente regional de saúde, que apresentou dados técnicos aos visitantes da obra, justificou que para a montagem do projeto, os técnicos e engenheiros da Secretaria de Estado da Saúde foram buscar referências nos principais Centros de Diálise do país, assim montando o projeto que será referência no atendimento dentro do estado. “O projeto está bem detalhado, com salas para consultas médicas, ambulatório, refeitório, espaço para nutricionista, enfermagem, farmácia, consultórios, capacidade de atender 22 pacientes de hemodiálise por turno, sendo cada turno de 4 horas, isso corresponde a uma capacidade de atendimento de até 100 pacientes renais crônicos”, conclui.

Regina Santos, secretária municipal de saúde e que na ocasião representava o prefeito Lourival Amorim, falou das problemáticas enfrentadas com o deslocamento dos pacientes até três vezes por semana para Porto Velho, tendo sempre empecilhos, que a partir da inauguração no Centro em Ariquemes, o município e região passarão a ter uma maior tranqüilidade com seus pacientes renais crônicos. Ariquemes possiu 19 pacientes. A regional Vale do Jamari soma 50 pacientes com tratamento de Hemodiálise.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe