Governo de Rondônia
Domingo, 13 de junho de 2021

DIREITOS HUMANOS

Governo de Rondônia apoia campanha do Ministério Público Federal em defesa da etnia Cinta Larga

03 de agosto de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Confúcio Moura considera legítima a Carta em defesa da etnia Cinta Larga

Confúcio Moura considera legítima a Carta em defesa da etnia Cinta Larga

A campanha em defesa dos direitos dos índios Cinta Larga, lançada nesta segunda-feira (3) no Ministério Público Federal, pelo procurador federal Reginaldo Trindade, tem apoio do governo de Rondônia.

Ao participar do evento, em Porto Velho, o governador Confúcio Moura disse que a iniciativa favorece a todos os indígenas brasileiros. Ele também é signatário da carta de apoio à etnia, juntamente com parlamentares e ex-parlamentares de Rondônia.

Confúcio afirma que compreende a angústia do procurador Reginaldo Trindade, que é o responsável pela defesa dos direitos dos Cinta Larga há mais de quatro anos. “É um trabalho grandioso o que ele faz. Esta iniciativa o transforma numa liderança como a dos irmãos Villas Boas, na definição das terras do Parque Nacional do Xingu”.

O procurador convidou parlamentares e ex-parlamentares de Rondônia para discutir e aprovar uma carta de apoio à luta do povo Cinta Larga. Ele leu o texto, que contém 18 itens. O documento detalha os problemas sofridos pela etnia e a ausência de iniciativas do governo federal no cumprimento das garantias devidas aos indígenas, destacando a exploração naturais.

DESINTEGRAÇÃO

A carta ainda aponta que há risco da desintegração física e cultural do povo Cinta Larga e, para evitar a consumação destes fatos, é exigida a união de esforços para fazer cumprir as leis vigentes e regulamentar a exploração de riquezas naturais existentes nas terras ocupadas pela etnia.

Parlamentares como o senador Valdir Raupp, a deputada federal Marinha Raupp e o deputado estadual Maurão de Carvalho, presidente da Assembleia Legislativa do Estado, apresentaram sugestões à carta.

Segundo o procurador Reginaldo Trindade, será feita uma busca pelo apoio à causa em outros estados. A etnia Cinta Larga habita faixas de terras nos estados de Rondônia e Mato Grosso. O grupo sofreu, ao longo dos anos, interferências de diversos setores interessados na exploração de madeira e minério da região.

Um dossiê, elaborado durante pesquisa que durou 11 anos, aponta que os indígenas necessitam de assistência em diversas áreas. Muitos deles, contraíram dívidas no comércio na tentativa de prover suas famílias. O Ministério Público Federal contestam muitos destes débitos.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Bruno Corsino
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Inclusão Social, Justiça, Legislação, Meio Ambiente


Compartilhe