Governo de Rondônia
Quarta, 20 de novembro de 2019

RESSOCIALIZAÇÃO

Governo de Rondônia certifica reeducandos e gera novas oportunidades de inserção no mercado de trabalho

04 de outubro de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

A turma que é responsável pela manutenção do Palácio Rio Madeira participou recentemente do curso de Jardinagem e Adubagem

Na manhã desta quinta-feira, 03, o Governo de Rondônia através da Superintendência Estadual dos Gastos Públicos Administrativos (Sugesp), certificou 12 reeducandos que estão em processos de ressocialização.

A turma que é responsável pela manutenção do Palácio Rio Madeira participou recentemente do Curso de Jardinagem e Adubagem, realizado pela superintendência em parceria com a Empresa Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater).  

O coronel Carlos Lopes, superintendente da Sugesp informou que é uma grata satisfação fazer parte de um momento como esse de resgate a dignidade dos reeducandos, que agora possuem mais uma qualificação para enfrentar o mercado de trabalho. “É um orgulho para o Governo poder fazer parte de uma nova fase para vocês que estão nesta situação passageira e correm atrás para se especializar e mudar de vida. Além de melhorar os serviços internos, nós esperamos que vocês consigam alcançar lugares maiores lá fora”, disse o superintendente que finalizou agradecendo a Emater pela parceria e a disposição na capacitação. 

O reeducando Adriano Romanini disse se sentir prestigiado com a iniciativa do Estado em olhar com atenção para o apenado em condições de ressocialização. “É algo realmente maravilhoso o que a Sugesp tem feito pela gente. Enquanto somos discriminados pela sociedade, hoje estamos tendo oportunidade de fazer diferente e eu me sinto muito honrado por isso. Tem mudado a minha vida”, agradeceu Romanini.

O ato contou ainda com a participação do vice-presidente da Emater, José de Arimateia Silva.

Além de todo o trabalho social desenvolvido pela Sugesp, a utilização de reeducando como mão de obra estabelece uma economia de mais de 30% em contratos de manutenção.

Leia mais:


Fonte
Texto: Cleiciano Galdino
Fotos: Arthur Amaral
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Educação, Governo, Inclusão Social, Rondônia, Serviço, Sociedade


Compartilhe