Governo de Rondônia
Terça, 28 de janeiro de 2020

PAPAI NOEL DOS CORREIOS

Governo de Rondônia convida servidores a tornar real o sonho de muitas crianças neste Natal “adotando” uma cartinha com pedido de presente, a partir desta sexta-feira

07 de novembro de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Com a proposta de tornar real o sonho de muitas crianças, que é receber um presente no Natal, o Governo de Rondônia aderiu mais uma vez à campanha Papai Noel dos Correios, idealizada há 30 anos por funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. Por meio da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), servidores públicos do estado estão sendo convidados a “adotarem” uma das cartinhas que serão disponibilizadas, a partir desta sexta-feira (8), no setor de Recursos Humanos (RH) de todas as secretarias. Em meio às cartinhas de crianças, estão também de alunos com deficiência, de todas as faixas etárias.

Secretária Luana convida servidores do Estado a tornarem real o sonho de uma criança, adotando uma cartinha com pedido de presente para o Natal

No convite feito neste vídeo aos servidores, a secretária e primeira-dama Luana Rocha destaca a importância da data para a confraternização mundial, por lembrar o nascimento de Jesus Cristo, e ressalta a necessidade de maior envolvimento de todos para tornarem real o sonho das crianças expressado nas cartinhas enviadas ao Papai Noel. “Você servidor, tire do papel um sonho e faça dele uma realidade. Vamos festejar este Natal com  alegria, dando alegria a estas crianças. Vamos juntos servidor participar desta grande festa, que é o Natal”, reforça Luana Rocha.

Os servidores têm até o dia 2 de dezembro para deixarem em seus RHs o presente, que será repassado à coordenação da campanha no dia 6 de dezembro, em solenidade no 11º andar do Palácio Rio Madeira, em Porto Velho.

Com o apoio da população, ao longo dessas três décadas a campanha conseguiu atender a mais de seis milhões de cartinhas com histórias variadas e emocionantes, incluindo não apenas pedidos de brinquedos, mas também de material escolar, roupas, calçados, cestas básicas, camas, entre outros.

A campanha foi criada por funcionários dos Correios que durante a rotina de trabalho recebiam cartinhas escritas por crianças destinadas ao Papai Noel, mas sem endereço. Sensibilizados, alguns deles resolveram adotar as cartinhas e enviar os primeiros presentes e com o passar do tempo, a ação se transformou em um projeto corporativo dos Correios.

O foco da ação são crianças carentes que escrevem ao Papai Noel, bem como estudantes das escolas da rede pública (até o 5º ano do ensino fundamental) e de instituições parceiras, como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos.

Por recomendação do Ministério Público, com vistas a preservar a privacidade da criança, não é permitida a entrega direta do presente pelos chamados “padrinhos” e “madrinhas”.

Leia Mais:

 Agentes públicos participam de mais uma capacitação para elaboração do Plano de Ação do Programa Criança Protegida, em Rondônia


Fonte
Texto: Veronilda Lima
Fotos: Antônio Lucas
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Brasil, Governo, Inclusão Social, Rondônia


Compartilhe