Governo de Rondônia
Quinta, 02 de julho de 2020

HABITAÇÃO

Governo de Rondônia convoca 1,2 mil famílias para completar a documentação necessária para o Residencial Cristal da Calama

22 de junho de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Cristal da Calama III

Com 2.941 casas, o Residencial Cristal da Calama terá 11.764 moradores

 

Atrasadas na comprovação de renda, moradia e documentos diversos, 1.200 famílias contempladas no ano passado com casas no Residencial Cristal da Calama serão novamente convocadas, a partir da próxima semana, pelo governo estadual. Elas deverão se habilitar na Secretaria de Estado de Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) para assumir seus imóveis.

Conforme a secretária Hérika Fontenele, na próxima semana serão mobilizados os Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Conselho Regional de Serviço Social, Federação dos Portadores de Deficiência de Rondônia, associações comunitárias e o Tudo Aqui para contribuírem com a identificação e convocação das famílias.

O trabalho da Seas é acompanhado regularmente pelo Ministério Público e pela Superintendência Estadual do Banco do Brasil, que subsidia o crédito para aquisição dos imóveis dos programas habitacionais federal e estadual.

Tomando-se por base a média de quatro moradores por imóvel, as 2.941 casas do Cristal da Calama terão 11.764 moradores, calculou o coordenador Habitacional da Seas, Antônio Sena.

Com esse movimento, a Seas espera atualizar cadastros e liberar o mais breve possível chaves desses residencial que destina 500 imóveis para desalojados pelas enchentes do rio Madeira de 2014 e, pela Lei 10.741/03 (Estatuto do Idoso), reserva 3% das unidades habitacionais para pessoas idosas.

Sorteio de casas do Residencial Cristal_Morada Nova_29.09.15_Foto_Daiane Mendonça (14)

Sorteio para o Morada Nova, em setembro de 2015 foi realizado no auditório da Emater

“Tivemos dificuldades, sim, porque grande parte dos sorteados até hoje não se interessou em completar a documentação que levaremos ao banco”, admitiu Sena.

Na Seas funciona o Cadastro Único (cadÚnico), pelo qual a coordenadoria de habitação obtém dados completos da composição familiar, endereço e características do domicílio; o acesso a serviços públicos de água, saneamento e energia elétrica; renda e despesas mensais. O cadÚnico também reúne documentação civil, qualificação escolar e situação da pessoa no mercado de trabalho.

“É imprescindível o comparecimento dos sorteados à Central de Atendimento, que funciona no prédio da Emater, na avenida Farquhar, bairro Pedrinhas”, explicou Sena.

“Comparemos: se em São Paulo, por exemplo, para a ocupação de 100 mil imóveis são necessárias pelo menos 300 mil ligações telefônicas, em Porto Velho, para essas 1,2 mil pessoas faltantes teríamos que fazer três mil ligações, e já constatamos situações em que a ligação é atendida por irmãos da pessoa titular, cunhados, sogras e por crianças, que deixam de informar o que precisamos”, apontou o coordenador.

ESFORÇO NACIONAL

Pesquisa de Informações Básicas Municipais Municipais (Munic) constatou que, até 2011, pelo menos 85% dos municípios do País tinham cadastros de famílias interessadas em programas habitacionais.

Nesse levantamento, feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rondônia aparece com 75%; outros estados, como o Pará, 76,9%; Amapá, 81,3%; Piauí, 82,6%; Maranhão, 80,2%; e Minas Gerais, 81,7%.

A Munic constatou, ainda, que em grande parte dos municípios há esforços para identificar famílias cadastradas que estejam enfrentando situação de fragilidade com idosos, deficientes e mulheres na condição de chefes de família.

Leia mais:
Relação dos candidatos homologados em setembro de 2015 no âmbito dos Programas Minhas Casa Minha Vida/Morada Nova Cristal da Calama I e II


Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Esio Mendes e Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Água, Assistência Social, Brasil, Capacitação, Comunicação Interna, Convênios, Educação, Empresas, Energia Elétrica, Governo, Habitação, Inclusão Social, Infraestrutura, Interno, Justiça, Legislação, Meio Ambiente, Municípios, Obras, Previdência, Rondônia, Segurança, Serviço, Servidores, Sociedade, Solidariedade, Transporte


Compartilhe