Governo de Rondônia
Quarta, 27 de maio de 2020

H1N1

Governo de Rondônia inicia vacinação de detentos em todo o sistema prisional

07 de maio de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

Teve início esta semana a vacinação contra a gripe influenza (H1N1) no sistema penitenciário para as pessoas privadas de liberdade. A meta do Governo de Rondônia, por meio da Secretária de Estado da Justiça (Sejus), é vacinar cerca de 14 mil detentos em todo o Estado. A ação conta com a parceria das prefeituras que distribuem as vacinas e insumos para as unidades prisionais.

Para o secretário da Sejus, Marcus Rito, a vacinação contra gripe no sistema prisional é importante para blindar a saúde e o organismo contra o vírus da gripe e proteger os detentos e servidores. “Em situações atuais, em que estamos vivendo uma crise pandêmica, além de diminuir a incidência da gripe, facilita o diagnóstico preciso, inclusive do coronavírus. Temos que destacar, ainda, que o público prisional, tanto as pessoas invasivas de liberdade quanto os servidores, é alvo da vacinação contra a gripe há uma década, uma política feita entre os Ministérios da Justiça e Saúde”.

Marcus Rito disse, ainda, que com a população carcerária devidamente imunizada, diminui a quantidade de detentos que precisam ir à uma unidade de saúde. “Imunizados contra a gripe, os privados de liberdade evitarão a superlotação das unidades de saúde, contribuindo, ainda, para que não se tenha uma propagação maior do novo coronavírus”.

Lembrando que todos os servidores do sistema prisional (policiais penais, técnicos administrativos e profissionais da saúde) foram imunizados semana passada, conforme previa o calendário de campanha de vacinação contra gripe, que iniciou a segunda fase da campanha no dia 16 de abril.

CAMPANHA

O Ministério da Saúde iniciou a campanha de vacinação contra a gripe no mês de março, um mês antes do que nos anos anteriores. Essa iniciativa de antecipação foi devido ao surto de coronavírus que surgir em todo o mundo.

De a cordo com o Ministério da Saúde, a imunização contra gripe pode ajudar a descartar casos suspeitos de coronavírus, uma vez que os sintomas das duas doenças são parecidos, e irá evitar que os serviços de saúde fiquem sobrecarregados de pacientes com sintomas respiratórios.

A primeira etapa no estado de Rondônia iniciou no dia 23 de março e foi até dia 15 de abril, onde foram vacinados os idosos. A campanha geral encerra em 22 de maio.

Leia mais:

Governo vacina servidores do Sistema Penitenciário e planeja vacinação de detentos em Rondônia

Unidades prisionais de Rondônia recebem serviço de sanitização para prevenir a disseminação do coranavírus

Sistema prisional de Rondônia segue medidas de prevenção e transparência sobre Covid-19 nas unidades estaduais


Fonte
Texto: Elaine Barbosa
Fotos: Edcarlos Carvalho
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Governo, Saúde, Serviço


Compartilhe