Governo de Rondônia
Sexta, 24 de maio de 2019

COMÉRCIO EXTERIOR

Governo de Rondônia participa pela segunda vez da Feira Intermodal South América em São Paulo

11 de março de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Em 2018, o estande do Porto Público de Porto Velho foi consolidado na feira internacional em São Paulo

 

Pelo segundo ano consecutivo o Governo de Rondônia participará da Feira Intermodal South América, que em sua 25ª edição reúne no espaço São Paulo Expo (SP) mais de 400 marcas nacionais e internacionais de mais de 22 países de todos os modais em 29 mil metros quadrados (m²) de exposição e fornecedores focados em soluções de logística, transporte de cargas e comércio exterior. A Feira acontecerá nos dias 19 a 21 deste mês.

Na comitiva intermediada pela Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura de Rondônia (Sedi) estarão representantes do Porto Público de Porto Velho – Sociedade de Portos e Hidrovias de Rondônia (Soph) e da Superintendência Estadual de Turismo (Setur).

A técnica de Comércio Exterior da Sedi, Alisângela Lima, explica que esta é a terceira ida da equipe da superintendência ao evento. “A feira é extremamente positiva para o Porto. Quando participamos, no ano passado, foi pela necessidade de apresentar uma nova rota para todos que participam da Intermodal. Antes, em 2017, nós já havíamos ido como prospectores, para conhecer a feira, e em 2018 o estande foi consolidado”, conta.

Anderson Fernandes, também técnico de Comércio Exterior da Sedi, diz que “a Intermodal é a maior feira de logística da América Latina e, não só para o Porto, o evento abre um leque de oportunidades de diferentes mercados que podem estimular o crescimento das nossas exportações”. A Soph, segundo o técnico, tem toda a estrutura e possibilidade de ‘abraçar’ novos negócios, e na feira serão apresentadas todas essas vantagens, além da logística operacional que já é executada no Porto.

“A Intermodal é a maior feira de logística da América Latina e, não só para o Porto, o evento abre um leque de oportunidades de diferentes mercados que podem estimular o crescimento das nossas exportações”, diz Anderson Fernandes, técnico de Comércio Exterior

Alisângela enfatiza o atrativo que Rondônia tem para oferecer nesse modo de serviço. “A Sedi faz o papel de fomentar e apoiar as possibilidades que temos, e o Porto Público de Porto Velho tem um grande atrativo que é a localização estratégica, mais rápida e barata, e isso chama a atenção dos empresários”.

Segundo Anderson, um produto que levava 120 dias para chegar até a Ásia, pela nova rota leva em torno de 35 dias. “Menor custo, velocidade de entrega e, óbvio, economia girando”. Considerando que no evento é possível conhecer as novidades no mercado mundial, Alisângela inclui o crescimento do Porto de Porto Velho em termos de serviços. “Depois do ano passado, a Soph já teve que avançar com melhorias e, assim, vai se transformando em um forte modal para o Estado”, acrescenta.

Os técnicos da Sedi falam da importância da feira

NOVIDADES 

A expectativa da Sedi para 2019 é otimista quanto ao crescimento das exportações de produtos rondonienses. “A carne já está saindo desde 2018 pela Estrada do Pacífico, temos a soja também que tem ‘o caminho’ aberto e já faz suas negociações, o café especial está começando, e por se tratar de um café de produção tímida ainda devido à qualidade e diferença no trato, mas acreditamos no fortalecimento e crescimento dessas transações”, diz Alisângela.

Para a carne, Anderson revela que o Porto Público já está se adequando para fazer o transporte para exportação. “A câmera fria para a carne e outros frios já está sendo providenciada para que esses produtos passem a ser levados também pelo transporte fluvial”.

Há ainda a perspectiva de exportação de madeira boliviana através do Brasil. “Com o problema entre a Bolívia e o Chile, existe a possibilidade de Rondônia ser a saída dessa matéria prima do país vizinho para o mundo. Até o ano que vem também teremos o algodão saindo pelo Porto, com produção rondoniense”.

TURISMO

Aproveitando a oportunidade da feira, representantes da Setur irão mostrar o potencial do Turismo no estado, com o projeto Porto Velho Sport Fishing, promovendo a pesca esportiva como um dos principais atrativos turísticos de Rondônia. “Em cada estande agora que a gente montar fora do estado vamos levar sempre a Setur para incentivar o setor”. Os técnicos da Sedi levarão convites da Rondônia Rural Show, que é carro-chefe do Estado, para atrair ainda mais investidores para a maior feira de tecnologias e agronegócios da região Norte.

Leia Mais:

 Diretriz da nova gestão é atrair mais investidores para Rondônia, diz superintendente da Sedi

 Porto Público sedia lançamento do projeto Porto Velho Sport Fishing


Fonte
Texto: Vanessa Farias
Fotos: Jeferson Mota/ Arquivo Sedi
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Brasil, Ecologia, Economia, Empresas, Evento, Governo, Indústria, Infraestrutura, Municípios, Piscicultura, Rondônia, Tecnologia, Turismo


Compartilhe