Governo de Rondônia
Domingo, 07 de março de 2021

Governo decreta situação de emergência em quatro municípios

13 de fevereiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

O decreto estabelece, também, a convocação de voluntários para reforçar o atendimento e até mesmo a entrada dos agentes de defesa civil nas residências para prestar socorro ou determinar a desocupação, sob pena de ser responsabilizados pela omissão de suas obrigações.

O coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Lioberto Ubirajara Caetano, informou que na manhã desta quinta-feira o nível do rio Madeira atingia 17,04 metros, mas a meteorologia prevê que até o próximo dia 20 atingirá os 18 metros, fato inédito nos últimos 100 anos e, que, consequentemente, aumentará os danos. Mas a tendência, ainda segundo dados meteorológicos, é que após o dia 20 as águas comecem a baixar.

Para facilitar o trabalho, o coordenador informou que todas as ações estão sendo feitas por meio de um comitê formado por representantes de órgãos federais, estaduais e municipais, que diariamente emite boletim informando a situação e as medidas tomadas. O comitê está instalado no Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), mas as informações estão centralizadas no Corpo de Bombeiros, na Capital.

Além da assistência às famílias, que no caso de Porto Velho e distritos são pelo menos 541 desabrigadas; entre as medidas tomadas pelo Estado está o  transporte, por meio de avião, de 20 pacientes de Guajará-Mirim para o serviço de hemodiálise na Capital, tendo em vista a interdição da BR-425.

Também em função da precariedade da Estrada do Belmont, que dá acesso ao porto da Capital rondoniense, está sendo discutida a possibilidade de instalação de tanques de combustíveis nas proximidades da Termonorte para evitar a falta de energia elétrica em Rondônia e Acre.

O coordenador da Defesa Civil aproveitou para alertar as famílias que moram em áreas consideradas de risco para que busquem abrigo nas casas de parentes ou nos alojamentos providenciados pelo município. No ginásio da Escola Municipal Maria Izaura na Capital há cerca de 70 famílias abrigadas. O coordenador da Defesa Civil orientou ainda que a solicitação de auxílio pode ser feita pelos telefones 193 (Corpo de Bombeiros), 192 (Samu) e 190 (Polícia Militar).

Texto: Veronilda Lima
Foto: Ésio Mendes


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe