Governo de Rondônia
Terça, 11 de maio de 2021

CEASA

Governo discute a criação da central de abastecimento de Porto Velho

04 de junho de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Ceasa_0096

Um comitê vai definir os critérios para instalação da central de hortifrutigranjeiros

A construção de uma central de abastecimento de hortifrutigranjeiros em Rondônia, nos moldes das estruturas existentes nos grandes centros do país e até da Europa, foi discutida em Porto Velho nesta terça-feira (6).

Durante a reunião, foi assinado um protocolo de cooperação técnica entre a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) e o Governo do Estado (Seagri e Emater), em parceria com a prefeitura de Porto Velho (Semagri) e instituições privadas.

A primeira medida da comissão de trabalho será a procura por uma área na capital, que possa receber a estrutura da Ceasa de Rondônia. “A central funcionará como uma grande ‘bolsa’ de mercadorias, reunindo produtores, consumidores, atacadistas e transportadores, proporcionando maiores lucros ao produtor e melhor qualidade no produto final ao consumidor”, explica o coordenador do projeto na Conab, Newton Araújo Jr.

Ceasa Rio Branco

A Ceasa de Rio Branco é um dos modelos que serão estudados pelo governo do estado

 Modelos

Um dos modelos que poderá ser adotado no estado é o “Barracão do Produtor”, que prevê a construção de estruturas na zona rural, com produtores reunidos através de associações ou cooperativas de produção. Nesse sistema, os produtores podem agregar valor aos produtos da lavoura, através da seleção, classificação, beneficiamento e do processamento, com baixos custos e maior rentabilidade.

“Produtores de tomate de uma mesma região, por exemplo, podem se unir e adquirir equipamentos com baixo custo, padronizando seus produtos e vendendo para supermercados, hospitais, restaurantes, panificadoras e outros estabelecimentos, com maiores margens de lucros e com produtos de maior qualidade”, finaliza o coordenador da Conab.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Sandro André - Assessoria Seagri
Fotos: Sandro André
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Economia, Governo


Compartilhe