Governo de Rondônia
Segunda, 14 de junho de 2021

Governo entrega moradias para 593 famílias de Ji-Paraná

18 de dezembro de 2013 | Governo do Estado de Rondônia

AE2F6256-8B84-4B50-8248-5D141356B974_14-SORTEIO-CASAS-POPULARES_640x427

O governador Confúcio Moura destacou que os dois conjuntos habitacionais, que estão sendo entregues em parceria do Governo Federal e do Governo do Estado, já estão prontos, com toda a infraestrutura.

“Todas as famílias irão receber suas casas com luz, água, esgoto e asfalto na porta de casa. Nossa preocupação é que as pessoas possam morar com qualidade, criar seus filhos com dignidade. As casas serão no nome das mães, que sabem o que é melhor para seus filhos”, ressaltou o Governador.

Cada moradia recebeu financiamento no valor de R$ 60 mil, mas as famílias irão pagar apenas o correspondente a 5% de sua renda mensal durante um prazo de dez anos (cerca de R$ 4,8 mil para quem ganha até um salário-mínimo).

Todas as casas serão entregues já totalmente documentadas. E o governo ainda vai liberar um crédito de R$ 5 mil para aquisição de móveis pelas famílias, para serem pagos em cinco anos, com juros de 5% ao ano.

Durante o evento, o Governador também anunciou o lançamento de outro conjunto, o Residencial Morar Melhor 2, financiado pelo Banco do Brasil, com uma contrapartida do Governo do Estado. Serão 1.456 apartamentos em Ji-Paraná e as obras já foram iniciadas.

A solenidade teve as presenças dos superintendentes da Caixa Econômica Federal, Carlos Fernandes, e do Banco do Brasil, Raimundo Peres, que são os agentes financeiros dos empreendimentos; do prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires; do deputado estadual Edvaldo Soares; do diretor do DER, Lúcio Mosquini; do secretário da SEAS, Marcio Felix; do secretário regional de Ji-Paraná, Romildo Pereira; do suplente de senador Assis Gurgacz; entre outras autoridades.

Famílias

Centenas de famílias participaram durante a solenidade do sorteio das chaves. Como o vaqueiro aposentado Divaldo de Jesus, que sofreu um sério acidente de trabalho e perdeu o emprego. “Receber essa moradia é a realização de um sonho”, diz ele, que sustenta a família com uma pequena aposentadoria.

Para a empregada doméstica Marquele Adriano, mãe de três crianças pequenas, é a oportunidade de dar uma moradia digna para os filhos. Solteira, ela paga cerca de R$ 300 de aluguel por mês. “Esse é um verdadeiro presente de Natal”, completou.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe