Governo de Rondônia
Terça, 27 de julho de 2021

PRODUÇÃO

Governo Federal suspende a importação de café do Vietnã

22 de fevereiro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Reunião_MDIC_21_02_foto-102

Ministro Carlos Melles ouve pedido para suspender importação de café do Vietnã

O pedido encaminhado pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi à Câmara de Comércio Exterior (Camex) para aquisição de café robusta (conilon) do Vietnã, autorizado no dia 15, pelo seu Comitê Executivo de Gestão (Cegex) foi suspenso nesta terça-feira (21) pelo presidente da República Michel Temer.

O anúncio foi feito pelo deputado federal Carlos Melles (DEM-MG), presidente da Frente Parlamentar do Café na Câmara dos Deputados, que recebeu a informação após a reunião do ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira com o presidente Temer. Pouco antes, as bancadas de Rondônia, Espírito Santo, São Paulo, Bahia e Minas Gerais reuniram-se com o ministro e explicaram a necessidade de barrar a compra do café vietnamita.

O coordenado da bancada de Rondônia, deputado federal Nilton Capixaba, contrapôs a justificativa do Mapa, de que a importação e redução da alíquota de importação era necessária por haver estoques reduzidos de café conilon no Espírito Santo, Rondônia e Sul da Bahia. “Hoje o ministro da Agricultura toma uma decisão pessoal e autoriza a importação de café sem consultar ninguém e há uma queda no preço do café que só quem ganha com isso é a industria do café”, pontuou.

O senador Raupp argumentou que os Estados maiores produtores de café do país abastecem 100% do mercado interno e não há falta de grãos na indústria brasileira, e ressaltou que o Brasil é o maior produtor e exportador mundial do produto. Raupp lembrou que entre 60 e 90 dias, o cafeicultores de Rondônia vão colher a próxima safra e esta medida de importação traz prejuízos ao Estado.

A superintendente de Integração do Estado de Rondônia em Brasília (Sibra), Elizete Lionel falou que a perda em detrimento da diminuição da venda de café rondoniense poderá ser sentida em todas as áreas do governo. “Este é o momento em que os produtores buscam fôlego para se recuperar e o Governo Federal precisa estar apoiando a produção”, avaliou.

Ao fim do encontro, o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços se declarou sensibilizado e que iria imediatamente junto  ao secretário de Governo Antônio Imbassahy, encontrar juntamente com a Camex, que é presidida pelo presidente da República, levar esta demanda advinda de vários Estados e do Congresso Nacional.

Com a suspensão da importação de café, o deputado Carlos Melles encaminhou nota oficial em que agradece o passo do governo brasileiro, segundo ele, fruto de uma sensibilização ampla e democrática.

Reunião_MDIC_21_02_foto-100

Bancada de Rondônia pede apoio para ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Alex Nunes
Fotos: Alex Nunes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Economia, Indústria


Compartilhe