Governo de Rondônia
Segunda, 17 de maio de 2021

MORADIA

Governo reduz déficit habitacional em Ji-Paraná com a entrega de 593 moradias

14 de junho de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

As primeiras moradias populares foram entregues nesta sexta-feira; Setor social ficou sem este tipo de investimento nos últimos 30 anos na cidade

1 - casas ji-pa

Residencial Bosque dos Ipês

Com um déficit habitacional de quatro mil moradias, o governo do estado reduziu nesta sexta-feira, 13, pelo menos 15% do problema de moradia de famílias carentes entregando as primeiras 593 casas populares em Ji-Paraná nos Bosques dos Ipês I e II. O novo empreendimento habitacional já está com 30% da edificação pronta para acomodar 1456 famílias. As habitações populares fazem parte dos programas Morada Nova, do governo do estado, e Minha Casa Minha Vida, do governo federal. A prefeitura participou do processo.

Idoso conquista casa aos 70 anos

Antônio de Souza Campos

Antônio de Souza Campos

O idoso Antônio de Souza Campos, 70 anos, vive da aposentadoria e mora sozinho do bairro Nossa Senhora de Fátima, 2º distrito de Ji-Paraná. “É uma alegria muito grande ter o meu cantinho bem organizado”, disse ele, instantes antes de receber as chaves.

A meta do governo é construir moradias dignas a 20 mil famílias em todo o estado beneficiando diretamente as pessoas carentes.

Márcio Félix, secretário da Seas

Márcio Félix, secretário da Seas

“Os empreendimentos imobiliários estão sendo construídos nas principais cidades rondonienses onde o déficit é maior”, destacou o secretário Márcio Félix, da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), a pasta responsável pelos programas de habitação popular “Morada Nova” e “Morar Melhor I e II”. “O povo de Rondônia não assiste a este desenvolvimento social há cerca de 30 anos”, enfatizou o secretário Márcio Félix.

Público presente ao sorteio

Público presente ao sorteio

Autoridades estaduais, federais e municipais participaram da solenidade. O senador Acir Gurgacz destacou que até pouco tempo habitação para carentes em Rondônia era só por meio de invasões. “Nesta gestão do governo estadual isso não mais acontece, pois essas pessoas estão sendo beneficiadas com casas dignas”, disse o senador. Para o superintendente da Caixa Econômica Federal Márcio Augusto de Lima Mourão, o banco oficial trabalha para construir um Brasil melhor por meio da realização de sonhos como este: o da construção e da entrega de casas populares.

Shirlei Cordeiro Machado

Shirlei Cordeiro Machado recebe casa adaptada

Shirlei Cordeiro Machado foi uma das primeiras a receber as chaves da nova casa. “É outra coisa. Lá onde moramos vivemos de favor em dois cômodos”, declarou a dona de casa, que recebeu uma casa especial para deficiente físico devido aos cuidados que ela tem com a filha Leila Cordeiro, vítima de paralisia cerebral. A nova casa é composta por dois quartos, sala, cozinha e banheiro totalmente adaptado para atender a necessidade de pessoa com deficiência física.

Márcia Cristina Oleias

São apenas R$25 por mês, disse Márcia Cristina Oleias ao receber as chaves

“Vamos para o novo endereço assim que a energia estiver ligada”, disse Márcia Cristina Oleias, moradora do bairro Primavera, sorridente por não mais ter que gastar com aluguel. “Estou muito feliz. São apenas R$ 25,00 por mês e tem data para quitar”, comemorou Oleias.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Paulo Sérgio - Assessoria Regional de Ji-Paraná
Fotos: Paulo Sérgio
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Governo, Habitação, Inclusão Social


Compartilhe