Governo de Rondônia
Domingo, 28 de fevereiro de 2021

FORTALECIMENTO

Governo vai cadastrar mais de 300 artesãos indígenas no Programa do Artesanato Brasileiro

07 de junho de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

IMG_87051

Artesanato indígena

O projeto Sejucel Itinerante, que visa a necessidade de expansão e efetivação das políticas públicas adotadas pelo Governo do estado, vai realizar a partir do dia 13 de junho o cadastro de artesãos com a comunidade indígena na aldeia Suruí, localizada em uma região fronteiriça, ao norte do município de Cacoal.

A equipe da coordenadoria de artesanatos da Sejucel permanecerá quatro dias na aldeia realizando cadastros de mais de 300 artesãos indígenas no Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), a ação foi um pedido do próprio representante da aldeia, durante visita da caravana ao município de Cacoal.

De acordo com a coordenadora de Artesanatos, Wellida Sodré, é um trabalho que além de valorizar a riqueza do artesanato indígena, permite mais abertura de mercado para o artesanato. “Nossa proposta é levar para todo o Brasil as manifestações culturais enraizadas no artesanato de cada povo, o artesanato indígena é muito rico e faz muito sucesso nas maiores exposições e feiras do País. Com esse trabalho podemos promover e desenvolver o artesanato regional”, disse Wellida.

Com as ações do projeto Sejucel Itinerante, que teve início em março de 2016, o estado de Rondônia passa de 27º para 20º lugar em número de artesãos cadastrados no Programa do Artesanato Brasileiro, o estado já é o terceiro da região norte, alem de estar na frente de Santa Catarina, Paraná e Maranhão.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Pamella Rosa
Fotos: Admilson Knightz
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Cultura


Compartilhe