Governo de Rondônia
Sábado, 12 de junho de 2021

SETOR PRODUTIVO

Idaron investe R$ 14 milhões para melhor estruturação do serviço de acompanhamento das áreas vegetal e animal em RO

10 de agosto de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Jaru_Confinamento - gado - Fotos_Daiane Mendonça (4)

Idaron é responsável pela sanidade animal

A Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron) irá investir em infraestrutura para melhorar ainda mais as condições de trabalho no órgão, que tem papel fundamental no acompanhamento e no desenvolvimento das áreas vegetal e animal de Rondônia. A Idaron tem R$ 28 milhões em caixa, dos quais 50% serão investidos na estruturação do órgão, e o restante ficará em conta, como reserva. O recurso, segundo o presidente da agência, José Alfredo Volpi,  é proveniente do Fundo Estadual de Sanidade Agropecuária.

Volpi disse que já foram adquiridos 42 novos carros, sendo 22 caminhonetes, 20 utilitários Fiat Strada e 150 computadores. “É uma determinação do governador Confúcio Moura que temos que nos preparar para essa demanda crescente do setor produtivo”, ressaltou.

Hoje, a produção de peixe em Rondônia é de 80 mil toneladas/ano, e a meta do governo do Estado é chegar a 300 mil toneladas até o final de 2018. A Idaron é responsável pela sanidade de todo pescado produzido nos 52 municípios rondonienses. “Há três anos a produção de soja era de 80 mil hectares, hoje já são mais de 300 mil hectares, um crescimento superior a 300%, em um período de 36 meses”, apontou o presidente do Idaron.

Presidente da Idaron, José Alfredo Volpi destaca novos investimentos

Presidente da Idaron, José Alfredo Volpi destaca novos investimentos

José Alfredo Volpi afirmou que 80% de tudo que Rondônia exporta vem do agronegócio. A carne e os grãos representam 54% do montante, e a ordem é trabalhar a expansão produtiva em todos os segmentos para contrapor a crise. “Rondônia está entre os três Estados brasileiros que estão com as contas públicas regulares, graças ao setor produtivo”, comemorou.

O diretor-executivo da Idaron, Avenilson Trindade, também destacou a modernização do órgão com investimentos no sistema de informação, onde o produtor tem acesso ao cadastro online, propriedades georreferenciadas e tabulação de informações. “Todo esse investimento resulta em um trabalho organizado, rápido e eficiente ao contribuinte”, destacou Trindade.

Ele também falou sobre o programa da agroindústria, que beneficia o produtor que trabalha em regime familiar, com a Idaron emitindo o Serviço de Inspeção Estadual (SIE), e permitindo que o produto seja comercializado dentro do Estado. “O governo tem trabalhado para fortalecer cada vez mais o agronegócio em Rondônia. Hoje o Estado conta com um rebanho de 12.750 milhões de cabeças, dos quais 70% são de corte; e 30% leiteiro.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Eleni Caetano
Fotos: Ésio Mendes e Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Economia, Governo, Infraestrutura, Piscicultura, Rondônia


Compartilhe