Governo de Rondônia
Domingo, 07 de março de 2021

ENSINO MÉDIO

Idaron oferece formação integrada em sanidade agropecuária para alunos do Instituto Abaitará

29 de julho de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Iniciativa foi bastante destacada por profissionais da Idaron e do Instituto Abaitará

Iniciativa foi bastante destacada por profissionais da Idaron e do Instituto Abaitará

Uma nova parceria foi formalizada nessa quinta-feira (28) entre a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) e o Instituto Estadual de Educação Rural Abaitará de Pimenta Bueno, que somaram forças para oferecer aos alunos do 3º ano do Ensino Médio formação integrada em sanidade agropecuária.

O projeto, desenvolvido pela assistente de Fiscalização Agropecuária da Idaron de Pimenta Bueno, Ediran Amaral Dias, foi elaborado para contribuir com a formação dos alunos do Instituto Abaitará, somando-se aos propósitos da Idaron previstos em lei quanto à educação sanitária.

“Através deste projeto de educação sanitária, podemos contribuir com a formação profissional dos estudantes do Abaitará, além de praticar as exigências previstas em lei, em relação à educação sanitária em defesa agropecuária. Educamos, assim, a comunidade sobre as ações da agência, e sua importância para o Estado de Rondônia, além de contribuir para a formação profissional de cada aluno. Serão diversas atividades desenvolvidas até o final do ano letivo”, explicou Ediran Amaral Dias.

A estudante Géssica Mara Vitória Paiva, de 16 anos, mora em São Felipe, e cursa o 3º ano do Ensino Médio. Aluna do Instituto desde o 1º ano, Géssica acompanhou a evolução da instituição de ensino, e destacou a alegria de poder participar de cursos extras, como este que passa a ser oferecido pela Idaron.

“Eu acho que o Instituto Abaitará é o pontapé inicial para fortalecer a educação em Rondônia. Passamos de uma escola para um Instituto num estalar de dedos, e hoje somos referência e exemplo para todo o estado. Estes cursos extras vêm para somar ao ensino que já recebemos, que é de grande qualidade. E este da Idaron é muito importante, pois somos filhos de produtores rurais, e o conhecimento sobre educação sanitária é muito significativo”, completou a jovem.

Sobre a importância do Instituto Abaitará, o presidente da Idaron, Anselmo de Jesus, destacou que o governador Confúcio Moura sempre pensou o Abaitará como ele está hoje. “Um Instituto que forma não apenas alunos, mas profissionais e cidadãos conscientes da importância do campo para o Estado de Rondônia. E nesse sentido a educação sanitária agropecuária é um ponto que precisa ser trabalhado com estes jovens, que com certeza vão levar o conhecimento adquirido através deste projeto desenvolvido pela Idaron para dentro das propriedades de suas famílias”, reforçou.

Alunas Géssica e Tayla destacaram a força e qualidade do ensino oferecido pelo Instituto Abaitará

Alunas Géssica e Tayla destacaram a força e qualidade do ensino oferecido pelo Instituto Abaitará

Além da sanidade animal, seja de bovinos, bubalinos, equídeos e ainda sanidade suídea e avícola, a Idaron vai trabalhar com os alunos do Abaitará aspectos da defesa sanitária vegetal, como fiscalização de sementes e mudas, monitoramento de pragas agrícolas, fiscalização de agrotóxicos e classificação de grãos.

A iniciativa da Idaron foi bastante elogiada pela coordenadora pedagógica do Instituto Abaitará, Patrícia Santos Schefer, que aproveitou a oportunidade para convidar outras secretarias e órgãos do governo para firmar parcerias com o Instituto, objetivando novos cursos. “Através de iniciativas como esta, implanta-se uma educação que forma não apenas cidadãos para o mercado de trabalho, mas também pessoas conscientes, que poderão cuidar e zelar pela segurança sanitária agropecuária em nosso estado. Por isso, convidamos todos os que queiram contribuir com a formação de nossos alunos a procurar o Instituto Abaitará”, argumentou Patrícia.

Parcerias como a do Instituto Abaitará, Idaron e outros órgãos têm fortalecido o ensino, e atraído cada vez mais o interesse dos jovens, como é o caso da estudante, Tayla Maria dos Santos, que começou a estudar neste ano no Abaitará, onde cursa o 1º ano do Ensino Médio. “O ensino do Abaitará me atraiu para cá. É um estudo diferenciado, complementado por diversos cursos à parte. Estes cursos, como o da Idaron, fortalecem o ensino e são importantes para gerar ainda mais qualidade à educação, contribuindo para a nossa formação”, completou.

De acordo com o supervisor regional da Idaron em Pimenta Bueno, Jader Plaça, este foi o objetivo da Agência, desde o início da elaboração do projeto. “A ideia foi criar um projeto de educação em um formato diferenciado, que realmente acrescente conhecimento e consciência na vida de cada aluno desse Instituto, que são parte do futuro de Rondônia”, ressaltou.

Leia mais:

Instituto Abaitará forma a primeira turma do Curso Técnico de Agroecologia em Rondônia


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Giliane Perin
Fotos: Giliane Perin
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Capacitação, Cursos, Educação, Evento, Governo, Piscicultura, Rondônia, Serviço, Servidores, Sociedade


Compartilhe