Governo de Rondônia
Sexta, 20 de setembro de 2019

AVANÇOS

Instituto de Identificação Civil e Criminal de Rondônia revitaliza sede, recebe nova aparelhagem e tecnologia

14 de novembro de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

 

Solenidade de revitalização da sede do Instituto de Identificação Civil e Criminal

Com a sede revitalizada e ampliada, nova aparelhagem, aquisição de materiais reagentes e o recebimento de 10 aparelhos mobile, o Instituto de Identificação Civil e Criminal (IICC) comemorou em solenidade realizada na manhã desta quarta-feira (14) os avanços para prestar um serviço mais ágil, preciso e eficiente a população rondoniense. Em dois anos ampliou os postos de identificação passando de 25 municípios para 46 e deve chegar aos 52 até o final deste ano em parceria com prefeituras.

O que permitiu que em todas as delegacias haja profissionais para recolhimento de provas para comprovar a autoria criminal, antes restrito a uma única equipe. ‘‘O instituto de Rondônia deu um salto de qualidade que nenhum de outro estado da federação deu’’, avalia o governador de Rondônia, Daniel Pereira que sancionou lei que muda a nomenclatura de datiloscopistas policiais a peritos papiloscopistas. ‘‘É uma categoria do serviço público que nos orgulha e fico feliz em sancionar uma lei que é muito pouco diante do que eles fizeram e fazem para o estado de Rondônia’’, disse.

Para o diretor do IICC, Júlio Kasper, a lei faz justiça e traz dignidade a categoria. ‘‘Essa lei traz segurança jurídica para podermos trabalhar com tranquilidade, levando nossos laudos periciais até o judiciário e ao Ministério Público quando eles são apreciados. Nós já realizamos atividade pericial no estado há mais de 30 anos e o que nos faltava era somente a nomenclatura porque as atribuições do cargo são periciais tanto nas atividades de perícia no local de crime como levantamento de impressões papilares em objetos como as pericias necropapiloscópicas que são as identificações dos corpos que dão entrada no Instituto Médico Legal, o IML’’, considera Kasper.

MODERNIZAÇÃO
O investimento foi de R$ 182 mil para reforma e ampliação da sede do instituto proveniente de emenda parlamentar do deputado estadual Edson Martins somado aos esforços da Secretaria da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Departamento de Estradas, Rodagens, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), e da Superintendência de Gestão dos Gastos Públicos Administrativos (Sugesp), e contou inclusive com mão-de-obra de reeducandos. Na parte estrutural teve apoio do Fundo de Reequipamento da Polícia Civil (Funrespol) e da Gerência Administrativa e Financeira da Polícia Civil. Foram adquiridos arquivos giratórios deslizantes, substituição do imobiliário, aquisição de novas centrais de ar, computadores, nobreaks e impressoras. Investimento de mais de R$ 300 mil.

Governador de Rondônia Daniel Pereira destaca investimento em área técnica-científica para resolução de crimes

Nos anos de 2017 e 2018 foram investidos na parte técnico-científica pelo governo de Rondônia R$ 431 mil em materiais para realização de perícia papiloscópia somado ainda a emendas parlamentares como do deputado estadual Jesuíno Boabaid para aquisição de equipamentos materiais e reagentes, entre eles um canhão de luz forense multiespectral e uma câmara de fumigação de cianoacrilato para utilização na revelação de fragmentos de impressão papilar em laboratório.

E ainda através da emenda do deputado estadual Edson Martins foram adquiridas 20 câmeras fotográficas profissionais e acessórios para realização de perícias papiloscópicas em local de crime. Também foi adquirido através de emenda do deputado estadual Adelino Follador um veículo para utilização da equipe do Núcleo Regional de Identificação de Ariquemes para atender ocorrência de cenas de crime na região do Vale do Jamari. Os deputados estaduais Anderson Pereira (responsável pela emenda coletiva) e Cleiton Roque também destinaram recurso para aquisição de materiais reagentes e equipamentos para realização das periciais.

Um investimento total no IICC de mais de R$ 2 bilhões nos últimos dois anos. ‘‘Nós melhoramos a parte de segurança pública do instituto porque eles tem aparelhos de primeira qualidade para fazer levantamento em locais de furto, roubo, de homicídio em todo o estado de Rondônia. É um avanço muito grande através de um trabalho coletivo muito bem feito e tenho certeza que sociedade está colhendo e colherá muito mais frutos desse trabalho’’, afirma o governador. ‘‘Hoje o Instituto de Identificação conta com maletas CSI, materiais importados dos Estados Unidos o que melhora e muito o trabalho dos nossos profissionais na hora de recolher provas nas cenas de crimes. Nós conseguimos com esse investimento prestar um melhor serviço ao cidadão’’, avalia Kasper.

Leia também:

 Instituto de DNA Criminal de Rondônia recebe Certificação de Qualidade Internacional


Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Frank Néry
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Governo, Municípios, Polícia, Rondônia, Segurança, Servidores, Sociedade


Compartilhe