Governo de Rondônia
Sábado, 27 de fevereiro de 2021

CIDADANIA

Instituto de Identificação da Polícia Civil realiza operação para emissão de Carteira de Identidade em Ariquemes

25 de janeiro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Iniciou nesta segunda-feira (25) em Ariquemes uma força-tarefa, organizada pelo Governo de Rondônia, para emissão do Registro Geral do cidadão que ainda não tirou a primeira Cédula de Identidade, a partir de 12 anos de idade, ou que precisa solicitar  a 2ª via do documento. A ação acontece por meio de parceria das Secretarias de Estado da Segurança Pública, Defesa e Cidadania (Sesdec), de Assistência e Desenvolvimento Social (Seas) e a Secretaria Executiva da região do Vale do Jamari.

A ação de cidadania vai atender até a próxima sexta-feira (29), das 7h30 às 12h e das  14h às 17h30, no auditório do Instituto Federal de Rondônia (Ifro). O atendimento ocorre por ordem de chegada, com a oferta de 120 senhas diárias para a carteira de identidade. Ao todo serão distribuídas 600 fichas.

O mutirão foi organizado pelo Instituto de Identificação da Polícia Civil para atender neste primeiro momento a Ariquemes, mas a ideia é levar o serviço para os outros  municípios do Vale do Jamari, conforme o delegado regional, Thiago Flores.

“Com essa medida, o efeito será a curto prazo, mas o Governo do Estado está trabalhando com planejamento, substanciando em outras medidas que vão resolver a questão de documentos  a médio e longo prazo, como por exemplo, a contratação de servidores datiloscopistas através do último concurso público, que já foram chamados e  estão na academia”, afirmou Thiago Flores.

O coordenador do Instituto de Identificação, Isaque Cabral, orienta a todos os cidadãos que a cada 10 anos renovem  a carteira de identidade, considerando alteração na escrita e na foto no decorrer dos anos. “Há várias situações que o RG não é aceito com data de expedição maior que 10 anos, como por exemplo, viagens para o exterior, abertura de contas corrente e financiamentos quando o nome da mulher não está atualizado com o sobrenome do marido ou de divorciada”, explicou Cabral.

A paranaense  Rosimeri Krumenaur descobriu que seu RG estava desatualizado há mais de 10 anos quando foi fazer a nova carteira. Ela contou que foi apenas fazer o novo documento para inserir o sobrenome de casada quando ficou sabendo da validade de 10 anos.

DOCUMENTOS

Os documentos necessários para pedir a emissão de documentos dependem do estado civil do requerente. Para solteiros, solicita-se a certidão de nascimento original (ou cópia autenticada por tabelião), CPF. Para casados, solicita-se a certidão de casamento original (ou cópia autenticada por tabelião). Para todos os casos, solicitam-se três fotos no formato 3 X 4 e comprovante de residência.

Casso o solicitante seja menor de idade, deverá comparecer acompanhado do responsável, e este deverá apresentar um documento oficial com foto.

A primeira via do RG é sem custo para o solicitante. No caso de ser a segunda via, o solicitante pode apresentar a ocorrência de furto. Caso não tenha, paga-se uma taxa de R$ 91,63.

Com a documentação básica é possível:

• Fazer o alistamento militar.

• Abrir conta em banco.

• Obter crédito.

• Inscrever-se em programas de reforma agrária.

• Comprar terras e imóveis com escritura.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Suelly David
Fotos: Suelly David
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Distritos, Educação, Governo, Inclusão Social, Justiça, Legislação, Polícia, Rondônia, Segurança, Serviço, Servidores, Solidariedade


Compartilhe