Governo de Rondônia
Domingo, 28 de fevereiro de 2021

SEGURANÇA

Integração das polícias avança no Estado

24 de abril de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

A Polícia Civil de Rondônia deverá contar, até o início do próximo ano, com 17 Unidades Integradas de Segurança (Unisp), que congregarão, na mesma estrutura física, as polícias Civil e Militar. Outras 13 serão construídas no interior do Estado, sendo que em sete localidades as obras já foram iniciadas. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 24, pelo diretor geral da Polícia Civil, delegado Pedro Mancebo.

A principal característica das Unisp é proporcionar maior agilidade na resposta às ocorrências.  A primeira delas está instalada em Porto Velho e apresenta resultados favoráveis, inclusive porque reforça a harmonia entre os dois organismos de segurança pública.

pedro (6)

Investimento

Pedro Mancebo falou com entusiasmo sobre as áreas em que a Polícia Civil mais se destacou nos últimos anos. “Sem dúvida, as melhores aquisições foram feitas na área de tecnologia. A aquisição de equipamentos trouxe ganhos, como para a área de inteligência. Também avançamos nas pesquisas de DNA e banco de digitais. A evolução em relação ao passado é perceptível”, acrescentou.

Obras

A realização das obras foi um dos temas abordados pelo delegado Pedro Mancebo durante entrevista concedida ao jornalista Maurício Calixto, no programa A Hora do Povo, na Rádio Rondônia FM.

Na entrevista, Pedro Mancebo fez uma explanação sobre a ação da Polícia Civil em Rondônia, evidenciando que o crime de homicídio é o que apresenta mais obstáculos na solução, porque não ocorre, em geral, de forma nem tempo predeterminados. Segundo ele, outro problema que afeta as polícias do país inteiro é o assassinato cometido para roubar armas, o que é decorrência da vigência do Estatuto do Desarmamento.

pedro (4)

“Como as pessoas são estimuladas a entregar as armas às autoridades e o combate ao contrabando é mais agudo, os criminosos passam a buscar este armamento matando policiais e vigilantes”, exemplificou o delegado. Ele citou ainda que é por isto que ocorrem as invasões aos quartéis e delegacias.  O enfrentamento deste problema, segundo o próprio Pedro Mancebo, é feito com a atuação cada vez mais forte contra o desarmamento e com a prisão dos suspeitos.

Estrutura

Outra iniciativa destacada para ampliar a produtividade da Polícia Civil e oferecer mais segurança à população será a construção da Cidade das Polícias, um espaço que vai abrigar as 16 delegacias especializadas. Nesta estrutura, as ocorrências tramitarão com agilidade pois terão um único comissariado. Ao ganho com a proximidade das delegacias será acrescentada a liberação de policiais que serão utilizados nas outras frentes da atividade policial rotineira.

Concurso

O reforço nos quadros da Polícia Civil através de concurso público também foi comentado pelo diretor geral da Polícia Civil durante o programa. Segundo ele, serão oferecidas 10 vagas para delegado, 40 para agentes de polícia e 70 para escrivães. “Será o quantitativo necessário para atender as necessidades”, afirmou.

Monitoramento

Pedro Mancebo também apontou as vantagens do vídeomonitoramento, área em que os investimentos estão sendo feitos com sucesso. Segundo ele, vários crimes são solucionados com a ajuda das imagens produzidas por câmeras instaladas estrategicamente na cidade. “No  município de Vilhena, este mecanismo,  tem apresentado ótimos resultados”, revelou.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia, Segurança


Compartilhe