Governo de Rondônia
Segunda, 25 de junho de 2018

PREVIDÊNCIA

Iperon leiloa oito imóveis próprios localizados em diferentes cidades de Rondônia

18 de maio de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

Os prédios são padronizados e estão todos regularizados para o processo

No dia 28 acontece a licitação dos leilões de imóveis do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Estado de Rondônia (Iperon). São sete prédios e um terreno localizados em diferentes municípios do estado e com valores de lances mínimos estipulados no edital, à disposição dos interessados no endereço eletrônico www.rondonia.ro.gov.br/supel.

Em Colorado D’Oeste, o prédio está em uma área de 800 metros quadrados, e o lance mínimo para alienação é de R$ 148.224,05. O prédio localizado em Espigão D’Oeste está em uma área de 479,70 metros quadrados, e o valor mínimo do lance é de R$ 191682,41. Na cidade de Nova Brasilândia o prédio está em uma área de 420 metros quadrados, e o menor lance é de R$ R$ 120.186,43. Em Ouro Preto D’Oeste, a edificação ocupa área de 360,71 metros quadrados e o valor do lance mínimo é de R$ 124,886,26. No município de Pimenta Bueno o prédio está em área de 442 metros quadrados e o valor mínimo para alienação é de R$ 285.325,68.

Em Porto Velho, trata-se de um terreno urbano localizado à Rua Tenreiro Aranha, com uma área de 1.200 metros quadrados, e o menor valor é de R$ 861.807,60. Na cidade de Presidente Médici o imóvel ocupa área de 387,69 metros quadrados e o lance mínimo é de R$ 158.181,66. Por último, o prédio na cidade de Santa Luzia D’Oeste está em área de 625,30 metros quadrados e o menor valor para alienação é de R$ 132.096,60.

O diretor financeiro do Iperon, Roney da Silva Costa, todos os imóveis estão legalizados com todas as documentações em dia. “Na verdade, esses prédios eram para o uso próprio da assistência e previdência, atendendo em todo o estado. Os terrenos foram doados ao instituto e nós construímos e padronizamos as edificações. Hoje nós temos apenas alguns municípios nós não temos mais nenhuma utilidade porque funciona só a previdência, mas tem alguns polos que atendem a parte previdenciária. Sobram esses prédios que não estão mais tendo utilidade para o instituto, nós estamos alienando para monetizar e investir o dinheiro no fundo financeiro previdenciário, que atualmente tem déficit, e assim podermos levantar recursos  também para futuramente pagarmos os beneficiários”, explica.

Segundo o assistente financeiro do Iperon, Otávio Ribeiro, o processo é aberto para público geral, e os critérios estão no edital. “Detalhes como a entrada de 5% que deve ser antecipada, parcelamento, documentação, tudo pode ser esclarecido no edital e qualquer dúvida é só ligar no meu telefone, (69) 99269-6506, ou no fixo da Supel, (69) 3212-9262”, conclui.


Fonte
Texto: Vanessa Farias
Fotos: Secom
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Economia, Edital, Governo, Municípios, Previdência, Rondônia


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube