Governo de Rondônia
Quinta, 04 de março de 2021

Museu

IPHAN incentiva a ampliação do Museu de Arqueologia de Presidente Médici, em Rondônia.

18 de junho de 2012 | Governo do Estado de Rondônia

DSC02107Nesta semana o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), através da Superintendência em Rondônia, se reuniu com os representantes do Centro de Pesquisa e Museu Regional de Arqueologia de Rondônia (CPMRARO), Eletronorte e Prefeitura de Presidente Médici para ajustar o destino para guarda e curadoria do acervo arqueológico proveniente da LT 230 Kv Ji-Paraná – Vilhena, empreendimento de responsabilidade da Eletronorte.

Segundo o arqueólogo do IPHAN/RO, Danilo Curado, a iniciativa de encaminhar o material arqueológico para o Museu Regional se dá por conta da proximidade da instituição com os sítios arqueológicos, deixando o acervo próximo a sua origem. “É importante que o acervo resgatado naquela região permaneça lá para que os moradores e visitantes compreendam melhor o contexto histórico. Outro fator relevante é o volume do acervo que é considerável, implicando que ocorra a ampliação do atual espaço”, salientou Curado.

De acordo com o Superintendente do IPHAN em Rondônia, Beto Bertagna, o processo que vem ocorrendo no Museu Regional pode servir de exemplo para outros municípios de Rondônia e do Brasil. “Decididamente, podemos afirmar que as deliberações do IPHAN para a formação do museu foi um caso de sucesso e exemplar. Hoje, aquela instituição é uma das únicas do Estado com funcionamento integral e plano museológico instituído. Porém, tratando-se de arqueologia, é o único museu de Rondônia construído exclusivamente para esta matéria”, afirmou Bertagna.

HISTÓRICO

O Museu Regional de Arqueologia foi criado em 2007, através de uma parceria firmada entre IPHAN/RO e Prefeitura de Presidente Médici. Desde então, para receber o acervo arqueológico da LT 230 kv Jauru-Vilhena,  a instituição passou por uma grande ampliação em 2011. O Museu, gerido pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, desenvolve atividades junto à comunidade, às escolas e recebe constantemente os pesquisadores interessados pelo patrimônio arqueológico.

 

 


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Emilli Sousa
Fotos: Divulgação
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Cultura


Compartilhe