Governo de Rondônia
Terça, 07 de abril de 2020

SEGURANÇA PÚBLICA

Jovens iniciam o curso de formação para prestação de serviços voluntários no Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, em Cacoal

16 de janeiro de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

Ao longo das próximas semanas, os alunos vão passar por 192 horas de formação teórica e 72 horas de estágio supervisionado

A história da Polícia Militar, vivências e experiências da carreira fazem parte das aulas ministradas pelo 2º tenente Ancelmo Fogaça de Jesus aos 11 jovens selecionados pelo Programa de Prestação Voluntária de Serviços Administrativos na Polícia e no Corpo de Bombeiros Militar, na região de Cacoal. O programa é oferecido pelo governo de Rondônia em todo o estado, através da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec).

Na aula na quinta-feira (16), no 4º Batalhão de Polícia Militar, o 2º Tenente Ancelmo despertou ainda mais o interesse dos alunos, falando um pouco sobre a hierarquia militar, o exercício da cidadania e o respeito aos símbolos nacionais. Em posição de sentido, com muito respeito, os alunos cantaram os hinos do Brasil e de Rondônia.

O início desta experiência nas instituições e a interação com os militares tem animado os jovens prestadores de serviço.  “Eu fiz esse processo seletivo com o objetivo de ter uma experiência profissional! Este será o meu primeiro emprego e atuar no serviço público me oportuniza ter uma carga melhor no currículo. A minha expectativa é ter um conhecimento melhor em relação às instituições militares e também passar por um aprimoramento pessoal, pela base da instituição, que é Disciplina e Hierarquia. Acredito que este é um ganho tanto no aspecto social,como pessoal, de convívio e harmonia com o grupo. Espero ser de grande valia ao Corpo de Bombeiros Militar”, enfatiza Mateus Carkeno do Carmo, de 19 anos e acadêmico do curso de direito da Universidade Federal de Rondônia.

Os jovens que hoje participam do Curso de Capacitação no 4º Batalhão de Polícia Militar, em Cacoal, foram selecionados através de um processo seletivo realizado no dia 22 de setembro de 2019, onde mais de 500 candidatos disputaram as vagas oferecidas para a região de Cacoal, que engloba também os municípios de Rolim de Moura, Pimenta Bueno e Espigão D’Oeste. Em todo o estado de Rondônia, aproximadamente 5 mil jovens concorreram a um total de 140 vagas disponibilizadas pelo programa.

Durante as próximas semana, assim como acontece em Cacoal, os Batalhões de Vilhena, Ji-Paraná, Porto Velho e Guajará-Mirim se tornaram polos de educação do Curso de Capacitação do Programa de Prestadores Voluntários de Serviços Administrativos. Ao longo das semanas, os alunos vão passar por 192 horas de formação teórica e 72 horas de estágio supervisionado. Esse processo é indispensável para a conclusão de todo o processo de seleção para o provimento das vagas disponibilizadas pela Sesdec.

Em todo estado, 5 mil jovens concorreram às 140 vagas disponibilizadas pelo Programa de Prestação Voluntária de Serviços Administrativos

Além da oportunidade de emprego e enriquecimento profissional, a atividade desempenhada pelos prestadores voluntários facilita a desburocratização no serviço público, dando maior celeridade às ações.

“Para nós do 4º Batalhão, a vinda destes jovens é um ganho enorme, primeiro porque nos alegra ter a chance de demonstrar a cultura organizacional militar para eles, que estão sendo inseridos no mercado de trabalho. Esse curso de formação, e o tempo que estarão conosco aqui, tem como objetivo torná-los capacitados, eficientes, pessoas comprometidas com a organização e com a sociedade”, destaca o subcomandante do 4º BPM, capitão Antônio Rodrigues de Mattos.

Já em relação à efetividade dos serviços que serão realizados pelos jovens dentro da instituição militar, o subcomandante enaltece os ganhos para a PM. “No ponto de vista da administração, o maior ganho é a possibilidade de substituir os militares que estão em serviços administrativos pelos jovens prestadores voluntários. Com isso, a PM poderá empregar os militares que hoje estão nos setores administrativos nas atividades fim da corporação. Ou seja, o policiamento ostensivo, trabalhando efetivamente na preservação da ordem pública e no combate ao crime”, ressalta o capitão Antônio.

O trabalho consiste em atender administrativamente os interesses do Estado, no desenvolvimento de atividades internas na Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, seja nos serviços de videomonitoramento, atendimento ao público, setores de estatísticas e também nos canais de emergência do 190 da Polícia Militar e 193 do Corpo de Bombeiros Militar.

Durante o programa, os prestadores de serviço receberão auxílio financeiro no valor de R$1 mil, além de alguns auxílios, como transporte, saúde, fardamento. A jornada semanal é de 30 horas. Para a renovação do contrato, para o segundo ano, os jovens deverão, obrigatoriamente, estar cursando o ensino superior. No segundo ano também será acrescido mais R$ 200,00 ao auxílio financeiro.

“O que me motivou a participar deste programa, além da remuneração e a carga horária de 30 horas, é a oportunidade de conhecer a instituição militar. Como eu curso direito, geralmente a gente pensa mais na área judiciária e não na segurança pública, então eu me interessei em conhecer, criar essa experiência na parte administrativa e eu sei que aqui vamos estar usando o direito também, pois trabalharemos com as ocorrências, sindicância. Mas me anima muito ter a oportunidade de entender melhor a segurança pública”, completa Izabella da Rosa Webber, acadêmica da Unir.

Leia mais:

Cerimônia marca a formação de 21 novos cinotécnicos em Rondônia


Fonte
Texto: Giliane Perin
Fotos: Giliane Perin - SGT PM Carliane
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Capacitação, Cursos, Governo, Municípios, Polícia, Rondônia, Segurança, Serviço, Servidores, Sociedade


Compartilhe